Cotidiano

Com bandeira cinza do coronavírus, Ponta Porã cancela ‘guerra d’água’ no Carnaval  

Os moradores de Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai, este ano não terão  a tradicional ‘guerra’ d’água´,  que acontece anualmente no domingo e terça-feira de carnaval, na cidade. O evento foi cancelado pelo prefeito Hélio Peluffo (PSDB), em decorrência da pandemia da Covid-19. Dados divulgados pelo Governo do Estado mostram que a […]

Marcos Morandi Publicado em 30/01/2021, às 06h57 - Atualizado às 07h40

Festa que acontece no Carnaval foi cancelada.(Foto: Divulgação).
Festa que acontece no Carnaval foi cancelada.(Foto: Divulgação). - Festa que acontece no Carnaval foi cancelada.(Foto: Divulgação).

Os moradores de Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai, este ano não terão  a tradicional ‘guerra’ d’água´,  que acontece anualmente no domingo e terça-feira de carnaval, na cidade. O evento foi cancelado pelo prefeito Hélio Peluffo (PSDB), em decorrência da pandemia da Covid-19.

Dados divulgados pelo Governo do Estado mostram que a cidade regrediu e está na bandeira cinza do Prosseguir, o que indica grau extremo de contágio pela Covid-19. Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde e o Comitê de Gerenciamento de Crise não descartam a adoção de medidas mais duras no município.

Outra preocupação é que há pacientes internados em Campo Grande, que podem ter contraído a nova cepa do Coronavírus, que é uma infecção mais grave da doença. O secretário de Saúde do município, Patrick Derzi disse que caso não haja cumprimento das atuais regras em vigor.

A cidade atingiu o total de 3.460 casos confirmados da doença. Nas últimas 24 horas, foram 32 novos diagnósticos. “Com base no Prosseguir, a orientação é que apenas serviços essenciais funcionem quando a cidade é classificada com bandeira cinza”, afirmou Patrick.

Jornal Midiamax