Cotidiano

Com 997 casos, 73 cidades de MS possuem bebês infectados com Covid-19

No Estado existem 997 casos de coronavírus em crianças com menos de um ano, nesta segunda-feira (8) MS registrou a 1ª morte de um bebê.

Dândara Genelhú Publicado em 08/02/2021, às 15h05 - Atualizado em 09/02/2021, às 08h27

(Foto: Breno Esaki/ Agência Brasil)
(Foto: Breno Esaki/ Agência Brasil) - (Foto: Breno Esaki/ Agência Brasil)

Nesta segunda-feira (8), Mato Grosso do Sul registrou a primeira morte de um bebê, causada por coronavírus. Em todo o Estado existem 997 casos confirmados em crianças com menos de um ano de idade. Assim, 73 dos 79 municípios já registraram ao menos um infectado da doença nesta faixa etária.

De acordo com os dados disponibilizados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio do Portal Mais Saúde, apenas seis municípios ainda não registraram casos com menos de um ano de idade. São eles: Japorã, Juti, Glória de Dourados, Corguinho, Alcinópolis, Figueirão.

As cidades que mais concentram casos desta faixa etária são: Campo Grande (281), Dourados (74), Corumbá (63), Sidrolândia (44) e Aquidauana (43).

Além disto, a faixa etária dos zero anos é a mais afetada entre crianças de até cinco anos. Até esta segunda-feira (8), foram registrados: 630 casos com um ano, 512 com dois anos, 484 com três, 461 com quatro e 475 com cinco anos. Ou seja, o número de casos em menores de um ano é duas vezes maior que em quatro anos, público menos afetado do recorte.

Mortes de crianças

O bebê com menos de um ano que faleceu de coronavírus no último sábado (6). Conforme informações do boletim epidemiológico da SES, a vítima tinha comorbidades, como síndrome de down.

MS já registrou cinco mortes de crianças causadas pela Covid-19, sendo que duas foram em 2021. Em janeiro, uma menina de oito anos com síndrome de down também morreu pela Covid-19. A criança era de Ribas do Rio Pardo, a 97 km de Campo Grande.

Assim, outras três crianças faleceram por causa da Covid-19 em 2020. Elas possuíam idades de nove, oito e cinco anos. Por fim, entre as vítimas jovens, também foi registrada no ano passado, a morte de uma adolescentede15 anos.

Jornal Midiamax