Cotidiano

Com 66 anos, homem é primeira morte por dengue registrada em MS em 2021

A primeira vítima fatal da dengue em Mato Grosso do Sul é um homem de 66 anos de idade e que tinha registro de comorbidades. Ele é morador de Dourados, a maior cidade do interior. O caso foi confirmado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na tarde desta quarta-feira (17). Conforme dados do boletim […]

Marcos Morandi Publicado em 18/02/2021, às 06h35 - Atualizado às 11h13

(Foto: A.Frota)
(Foto: A.Frota) - (Foto: A.Frota)

A primeira vítima fatal da dengue em Mato Grosso do Sul é um homem de 66 anos de idade e que tinha registro de comorbidades. Ele é morador de Dourados, a maior cidade do interior. O caso foi confirmado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na tarde desta quarta-feira (17).

Conforme dados do boletim epidemiológico divulgado pela SES, a vítima quadros de diabetes e hipertensão e primeiros sintomas foram sentidos no dia 25 de janeiro e o óbito ocorrido quatro dias depois.

Com baixa incidência, em Dourados até agora foram registrados 27 casos. Entretanto, em uma semana, Mato Grosso do Sul registrou 73 novos casos de dengue. Assim, o Estado possui 516 casos confirmados da doença, espalhados em 39 municípios sul-mato-grossenses. Além disto, são 1.965 notificações de possíveis casos em MS.

Em Camapuã são 978,6 casos para cada 100 mil moradores, em Antônio João são 964,5 e em Selvíria são 863,4 casos para a mesma proporção. Além deles, Ladário possui 540,3 infecções a cada 100 mil habitantes, em Corumbá são 331,1 infectados e em Bataguassu 308,7 casos para o mesmo quantitativo.

Jornal Midiamax