Cotidiano

Com 1.112 casos e 53 mortes em 24h, MS soma 5,3 mil óbitos por coronavírus

Estado continua com superlotação nos hospitais nas macrorregiões de Campo Grande e Corumbá

Mylena Rocha Publicado em 21/04/2021, às 11h04

Estado está há semanas com média de 50 mortes por dia.
Estado está há semanas com média de 50 mortes por dia. - Marcos Morandi/Midiamax

Mato Grosso do Sul já soma 239.918 casos confirmados de Covid-19, com 1.112 novos registros nesta quarta-feira (21). Foram registradas mais 53 mortes, conforme boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). O Estado tem mantido uma alta estabilidade de casos e continua com superlotação nos hospitais. 

Com os novos óbitos, o total de vítimas fatais em MS chega a 5.335 mortes desde o início da pandemia. Entre as novas mortes registradas, 26 eram de pessoas com menos de 60 anos. A vítima mais jovem registrada no boletim desta quarta (21) foi uma mulher de 33 anos, moradora de Campo Grande. Ela tinha imunodeficiência/imunossupressão.

“Nós ficamos angustiados de anunciar [mortes] todos os dias. Há mais de 21 dias ininterruptos, estamos com média próxima de 50 óbitos por dia. Muitos dos óbitos acontecem em faixa etária mais jovem, de 30 anos a 49 anos”, disse o secretário Geraldo Resende. 

A SES também destacou que MS já contabiliza um total de 729.499 casos notificados, dos quais 483.265 foram descartados. Há 1.340 testes em análise no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e 4.976 casos sem encerramento pelos municípios.

Os novos casos trazem Campo Grande à frente, com 280 novos casos, seguida por Três Lagoas (139), Dourados (106), Paranaíba (60), Naviraí (39), Maracaju (34), Ivinhema (31), Ponta Porã (29), Sidrolândia (29), Chapadão do Sul (20), entre outros. Confira o boletim aqui. 

MS continua com superlotação nos hospitais

De 239.918 casos confirmados em MS, 221.132 pacientes se recuperaram. Em relação às internações, MS tem 1.183 pacientes internados. Destes, 620 estão em leitos clínicos (396  públicos e 224 privados) e 563 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 409 estão em leitos públicos e 154 em privados.

A taxa de ocupação de leitos de UTI públicos global nas 4 macrorregiões de MS é de: 102% em Campo Grande, 91% em Dourados, 95% em Três Lagoas e 100% em Corumbá. O excedente da capacidade, no caso de lotação acima de 100%, representa pacientes em leitos COVID-19 ainda não habilitados pelo SUS, mantidos pelas secretarias municipais e estadual de saúde.

Novas doses

Durante a live nesta quarta-feira (21), o secretário estadual de saúde anunciou a chegada de novas doses de vacina contra o coronavírus. Ainda não há detalhes sobre a quantidade de doses para a nova remessa, mas as vacinas devem chegar ainda nesta semana.

Geraldo Resende ressaltou a necessidade de mais doses da vacina Coronavac para aplicação da 2ª dose. “Está vencendo nesta semana o prazo, vamos aguardar as vacinas para fazer a chamada D2”.

Jornal Midiamax