Cotidiano

Com 105% de superlotação nas UTIs Covid, MS tem 31 pacientes atendidos além da capacidade

Estado iniciou junho com superlotação e está há seis dias com índice de ocupação maior que 100%

Dândara Genelhú Publicado em 08/06/2021, às 18h31

Estado envia pacientes para outras unidades federativas por causa da superlotação.
Estado envia pacientes para outras unidades federativas por causa da superlotação. - Foto: Reprodução.

Mato Grosso do Sul possui 105,23% de superlotação nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) exclusivas para Covid-19 nesta terça-feira (8). Assim, 31 pacientes são atendidos além da capacidade hospitalar.

MS iniciou junho com superlotação dos leitos UTI para infectados pelo vírus. Nos últimos seis dias, ou seja, desde 3 deste mês, o Estado registrou índices maiores que 100% de ocupação. Sendo que o único dia que teve menor marca foi em 2 de junho, quando havia 99,83% de lotação.

Os dados são monitorados pelo Painel Mais Saúde, da SES (Secretaria de Estado de Saúde). Assim, foram utilizadas informações da atualização das 18h20.

Já nos leitos clínicos exclusivos para a doença, MS possui 84,26% de lotação. Assim, são 969 pessoas internadas no Estado com quadro grave da Covid-19.

Com 1.150 leitos clínicos existentes, MS ainda possui 183 vagas para novas hospitalizações. Com a superlotação, o Estado envia infectados para tratamento da Covid-19 em São Paulo e em Rondônia. Até esta terça-feira (8), foram enviadas 21 pessoas em estado grave da doença.

Jornal Midiamax