Cotidiano

Chuva invade casa e moradores quebram muro para evitar alagamento em Campo Grande

A chuva intensa registrada nesta manhã de quinta-feira (4) tem causado não só alagamentos nas ruas, mas também estragos nas casas de moradores de Campo Grande. No loteamento Cidade Nova, uma moradora viveu momentos de desespero e teve que colocar os quatro filhos em cima do carro para evitar que se molhassem. Para completar, ela […]

Mylena Rocha Publicado em 04/02/2021, às 12h32 - Atualizado às 20h05

None
Casa de moradores no loteamento Cidade Nova foi invadida pela lama. (Foto: Henrique Arakaki)

A chuva intensa registrada nesta manhã de quinta-feira (4) tem causado não só alagamentos nas ruas, mas também estragos nas casas de moradores de Campo Grande. No loteamento Cidade Nova, uma moradora viveu momentos de desespero e teve que colocar os quatro filhos em cima do carro para evitar que se molhassem. Para completar, ela ainda passou por todo o estresse estando grávida de 37 semanas, prestes a dar à luz.

A moradora Luciana Kelly Santana, de 27 anos, conta que foi preciso apenas meia hora de chuva para que a água começasse a entrar na casa. Ela conta que os alagamentos são frequentes quando chove, mas que nunca havia sido tão grave como nesta quinta (4). 

Luciana explica que, como estavam acostumados com os alagamentos, até fizeram uma mureta em frente à residência e ainda colocaram um cano no muro, para que a água escoasse para o córrego, que fica logo atrás da casa. Desta vez, a estratégia não funcionou e a água chegou à altura do joelho da dona de casa. 

Ela estava sozinha em casa com os quatro filhos, de 2, 5, 8 e 12 anos. A mãe viveu momentos de desespero, quando teve que colocar as quatro crianças em um colchão, em cima do carro. Logo depois, o carro começou a ‘escorregar’ na garagem, que é inclinada, devido à chuva. Ela teve que retirá-los e deixar as crianças na rua. “Nunca aconteceu algo assim”, relata.

Para evitar mais estragos, vizinhos ajudaram a quebrar o muro da residência, só assim o nível da água baixou. Logo depois, o marido da moradora também chegou para ajudá-la, ele estava trabalhando.

Luciana passou por momentos de desespero e estresse, sendo que está gestante de 37 semanas. Ela diz que estava com bolsa, roupinhas, tudo preparado para ir até a maternidade.

Jornal Midiamax