Cotidiano

Cap atravessou Campo Grande e encontrou um lar; saiba como adotar cãezinhos à procura de um tutor

História de cachorrinho comoveu, mas existem outros pets que precisam de cuidados

Gabriel Maymone Publicado em 13/04/2021, às 14h00

Cap ganhou um lar, mas existem muitos cãezinhos precisando de cuidados
Cap ganhou um lar, mas existem muitos cãezinhos precisando de cuidados - Arquivo pessoal / Montagem

Você se lembra do Cap? O cãozinho atravessou Campo Grande até encontrar um tutor. O caso ganhou repercussão e muitas pessoas se interessaram em adotar o pet. Porém, assim como Cap, existem  muitos outros animaizinhos à procura de um lar. Saiba outras formas de encontrar um novo companheiro.

A história do Cap mudou quando ele encontrou o produtor audiovisual Deyvid Guimarães depois de atravessar Campo Grande. Ele foi visto no Lar do Trabalhador, região Oeste da cidade, por uma pessoa que postou uma foto do cachorrinho em um grupo nas redes sociais. Em 24h, o animalzinho foi visto no Bairro Coronel Antonino, região norte da Capital. 

Então, Deyvid decidiu cuidar de Cap até que ele encontrasse um lar definitivo. Mas, o laço entre os dois estreitou e ele acabou ficando com o cãozinho. "O vínculo foi muito forte e quando a situação da adoção começou a se concretizar, eu fui entendendo que ele já era meu", comenta.

Como adotar?

Nesse intervalo, o produtor recebeu muitas ligações e mensagens de pessoas interessadas em adotar o Cap. Por isso, é necessário entender a responsabilidade de adotar uma vida. Neste caso, o Cap ganhou um novo lar, mas existem outros cachorrinhos precisando encontrar um tutor.

Animais em abrigos precisam de um lar em Campo Grande
Caption

No próprio Facebook, existem vários grupos em que pessoas postam filhotes para adoção ou pets perdidos nas ruas, que podem ser resgatados. É o caso do grupo "Animais achados ou perdidos em Campo Grande - MS".

As ONGs (Organizações Não Governamentais)  e associações que resgatam animais também são opções para quem deseja compartilhar amor com algum bichinho. No Instituto Guarda Animal, são vários pets resgatados que recebem os cuidados dos protetores e podem ser adotados. O Instagram do instituto é o @institutoguardaanimal.

Outra opção é o CCZ (Centro de Controle de Zoonose), que conta com adoção diariamente, das 17h às 19h30 (de segunda à sexta) e das 14h às 19h (fins de semana e feriados). Para adotar, é necessário que a pessoa seja maior de idade, que possua imóvel murado e com portões seguros para impedir acesso do animal à via pública e que esteja plenamente ciente de seus deveres como tutor responsável, ciente da legislação vigente quanto a guarda do animal, e que é necessário levá-lo para check-up após adoção, realizar desverminação e vacina polivalente (que protege contra cinomose e parvovirose, principais enfermidades que levam filhotes à morte).

Filhotes que estavam para adoção no último feirão virtual do CCZ
Caption

O número de animais varia diariamente devido à adoção permanente durante o período noturno durante a semana, mas nesta terça-feira são 6 cães adultos e 25 filhotes, além de felinos adultos e filhotes. O CCZ está localizado na avenida Senador Filinto Muller, 1601. Vila Ipiranga. Para mais informações, basta entrar em contato pelo 3313-5000 ou 3313-5001.

Jornal Midiamax