Cotidiano

Candidatos chegam ‘em cima da hora’ e estudante de Inocência perde 2ª etapa do Enem

Às vezes, poucos segundos podem atrasar o sonho dos estudantes de entrarem em uma faculdade, ao menos quando falamos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Foi o caso de uma estudante, que preferiu não se identificar, que chegou poucos segundos após o fechamento do portão na Uniderp, em Campo Grande, onde faria a segunda […]

Fábio Oruê Publicado em 24/01/2021, às 12h48 - Atualizado em 03/02/2021, às 13h26

(Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax)

Às vezes, poucos segundos podem atrasar o sonho dos estudantes de entrarem em uma faculdade, ao menos quando falamos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Foi o caso de uma estudante, que preferiu não se identificar, que chegou poucos segundos após o fechamento do portão na Uniderp, em Campo Grande, onde faria a segunda etapa da prova, que acontece neste domingo (24), em todo o Brasil.

Ela contou ao Jornal Midiamax que veio de Inocência, distante 336 km de Campo Grande, e saiu de casa por volta de 11h45, mas que o motorista por aplicativo acabou atrasando. Ela chegou segundos depois após o fechamento dos portões, às 12 horas de Mato Grosso do Sul).

Ela morava na Capital, mas, por conta da pandemia, voltou para Inocência, sua cidade natal. A candidata fez a primeira parte do Enem, no domingo (17), e queria cursar Medicina Veterinária. Triste, a estudante garantiu que ano que vem irá tentar novamente.

Conforme observou a reportagem na frente do local, muitos alunos chegaram em cima da hora, e entraram no momento em que os portões estavam sendo fechados.

Segundo domingo

Os portões abriram às 10h30 e fecharam às 12 horas, para início da prova que vai conter questões de química, física, biologia e matemática.

No Estado, 135 escolas foram disponibilizadas para realização do exame, contudo houve reclamação sobre desorganização e aglomeração, sobretudo na primeira etapa, feita no domingo. Hoje, os estudantes relataram sobre foco nos estudos depois de quase um ano sem aula presencial.

A avaliação terá uma duração de 5 horas. Em MS são 82.637 candidatos inscritos para o exame. Destes, 34.458 são da Capital. Uso de máscara é obrigatório durante todo o período. É recomendado também que o inscrito leve mais de uma máscara para realizar a troca. O participante que se recusar, injustificadamente, a respeitar os protocolos de proteção contra a Covid-19, a qualquer momento, será eliminado do exame.

De acordo com dados do Ministério da Educação, dos inscritos, 47.310 não compareceram no primeiro dia da prova, gerando uma taxa de abstenção de 57,2%.

Jornal Midiamax