Cotidiano

Mato Grosso do Sul teve 57,2% de abstenção no Enem, terceira maior do Brasil

Mais da metade dos inscritos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em Mato Grosso do Sul, não realizaram a prova no primeiro dia de aplicação, ocorrido neste domingo (17). De acordo com dados do Ministério da Educação, foram 82.638 inscritos em todo o estado, destes, 47.310 não compareceram no dia da prova, gerando uma […]

Gabriel Neves Publicado em 18/01/2021, às 07h42 - Atualizado às 13h55

Imagem ilustrativa. (Foto: Dayene Paz, Midiamax)
Imagem ilustrativa. (Foto: Dayene Paz, Midiamax) - Imagem ilustrativa. (Foto: Dayene Paz, Midiamax)

Mais da metade dos inscritos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em Mato Grosso do Sul, não realizaram a prova no primeiro dia de aplicação, ocorrido neste domingo (17).

De acordo com dados do Ministério da Educação, foram 82.638 inscritos em todo o estado, destes, 47.310 não compareceram no dia da prova, gerando uma taxa de abstenção de 57,2%.

Com o número, Mato Grosso do Sul possui a terceira maior taxa de abstenção do Brasil, ficando atrás de Rondônia, com 64,5% e Roraima com 59,3%.

No Brasil, a taxa de abstenção, ou seja, de alunos que não realizaram a prova, foi de 51,5%. Ao todo, foram 5.523.029 de inscritos, com 2.842.332 de ausentes, conforme dados do Ministério da Educação.

Demora na abertura dos portões

O primeiro dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi marcado pelo atraso na abertura dos portões da escolas e unidades onde as provas foram realizadas.

De acordo com os estudantes que chegaram mais cedo, a catraca na entrada da universidade demorou para ser liberada e uma aglomeração acabou se formando.

Depois de alguns minutos, foram organizadas filas para que os candidatos seguissem para as respectivas salas.

Os estudantes poderiam entrar no local de prova até as 13h, no horário de Brasília.

Jornal Midiamax