Cotidiano

Campo Grande tem força-tarefa com 300 trabalhadores para reparar estragos da tempestade, diz prefeito

Ventania de 100 km/h deixou rastro de destruição na Capital

Mariane Chianezi Publicado em 16/10/2021, às 11h00

None
Mariane Chianezi, Midiamax

Após o vendaval de mais de 100 km/h em Campo Grande,nesta sexta-feira (15), uma força-tarefa com 300 trabalhadores atuam para reparar os estragos causados na cidade. A forte ventania deixou rastro de destruição na Capital, com queda de árvores e falta de energia.

Conforme disse o prefeito Marquinhos Trad (PSD) neste sábado (16), a cidade recebe uma mobilização de trabalhadores de diversas secretarias para limpar a cidade.

O secretário da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fioresi, nos últimos dois dias, durante as chuvas, foram registradas mais de 250 quedas de árvores na cidade, entre plantas condenadas e, inclusive, árvores sadias que não resistiram a força dos ventos.

Queda de árvores

O vendaval que atingiu a Capital derrubou 154 árvores, segundo balanço preliminar divulgado pelo Corpo de Bombeiros. Além dos estragos estruturais, três pessoas acabaram feridas.

Em nota, os Bombeiros informaram que uma das pessoas feridas é uma adolescente, de 16 anos, que fraturou os membros inferiores. Na Avenida Afonso Pena, uma árvore caiu em frente a um shopping no sentido centro-shopping. Conforme apurado pela reportagem, outras duas árvores caíram na pista de acesso da Avenida Ceará com a Afonso Pena.

Uma árvore de grande porte caiu sobre um carro com passageiros na Avenida Bandeirantes. A situação se repetiu na Mato Grosso, mas dessa vez o carro estava estacionado. 

Jornal Midiamax