Cotidiano

Campo Grande tem 4,7 mil pessoas que ainda não tomaram a 2ª dose da vacina

Para lembrar pessoas de completar ciclo vacinal, Sesau faz busca ativa e manda mensagens pelo WhatsApp

Mylena Rocha Publicado em 30/07/2021, às 14h13

A segunda dose é importante para garantir a imunização contra o coronavírus, evitando internações e mortes.
A segunda dose é importante para garantir a imunização contra o coronavírus, evitando internações e mortes. - Leonardo de França/Midiamax

Campo Grande tem 4.768 pessoas que ‘fugiram’ da 2ª dose e deixaram de completar o ciclo vacinal. Dados da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) apontam que essas pessoas deveriam ter tomado a segunda dose da vacina entre os meses de fevereiro e junho, mas ainda não compareceram. Tomar a dose de reforço é importante para completar o ciclo vacinal e garantir a imunização contra o coronavírus. 

Apesar de ser um número grande de pessoas com a segunda dose atrasada, o quantitativo é menor do que o registrado no início do mês. Dados da secretaria indicam que no levantamento anterior, feito no dia 7 de julho, haviam 5.341 pessoas com a segunda dose em aberto. “Ou seja, 573 pessoas que não tinham até então buscado a dose de reforço colocaram a vacina em dia nestes últimos dias”, comentou a Sesau. 

Depois de alguns dias com a primeira dose suspensa, Campo Grande voltou a avançar na vacinação por faixa etária. Apesar de mais de 4 mil pessoas terem ‘fugido’ da segunda dose, a grande maioria dos campo-grandenses garantiu a imunização contra a covid. 

“O quantitativo atual (4.768) de pessoas que até então não tomaram a dose de reforço é equivalente a 1,5% do quantitativo de pessoas já vacinadas com as duas doses ou dose única, aproximadamente 305 mil, conforme dados parciais do Vacinômetro”, informa a secretaria de saúde.

Para garantir que os ‘fujões’ compareçam aos pontos de vacinação para completar o ciclo vacinal, as equipes de saúde fazem o trabalho de busca por essas pessoas. Além da busca ativa, que é feita pelas unidades de saúde, a Sesau ainda aciona essas pessoas que estão com a segunda dose atrasada por meio de mensagens pelo WhatsApp e com trabalho nas ações educativas e de conscientização por meio das redes sociais.

Por que a 2ª dose é importante?

Sem a segunda dose da vacina, o indivíduo não tem a proteção completa do imunizante. As vacinas contra a Covid-19 garantem proteção porque previnem a doença, especialmente nas formas graves, reduzindo as chances de morte e internações.

Embora não impeçam o contágio e nem a transmissão do vírus, a vacinação é essencial, já que induz o sistema de defesa do corpo a produzir imunidade contra o coronavírus pela ação de anticorpos específicos, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações.

Quem vacina hoje? 

Campo Grande continua a vacinação por faixa etária com a aplicação da primeira dose em pessoas com 31 anos ou mais nesta sexta-feira (30). Conforme informações divulgadas pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), podem completar o ciclo vacinal aqueles que receberam a primeira dose da Coronavac até o dia 4 de julho. Também deve comparecer aos postos quem recebeu a Astrazeneca até o dia 28 de maio ou a Pfizer até o dia 30 de maio.

Jornal Midiamax