Cotidiano

Campo Grande registra pelo menos quatro pontos de festa com aglomeração no sábado

Ainda com casos e mortes pela covid-19 sendo confirmados todos os dias e somente uma pequena parcela da população em geral vacinada, Campo Grande registrou pelo menos três pontos de aglomerações onde festas estão acontecendo, na noite deste sábado (20). Um dos pontos é em uma conveniência localizada na rua Zulmira Borba, no bairro Nova […]

Fábio Oruê Publicado em 20/02/2021, às 22h40 - Atualizado em 21/02/2021, às 07h29

Festa na rua Congonhas. | Foto: Leitora Midiamax|
Festa na rua Congonhas. | Foto: Leitora Midiamax| - Festa na rua Congonhas. | Foto: Leitora Midiamax|

Ainda com casos e mortes pela covid-19 sendo confirmados todos os dias e somente uma pequena parcela da população em geral vacinada, Campo Grande registrou pelo menos três pontos de aglomerações onde festas estão acontecendo, na noite deste sábado (20).

Um dos pontos é em uma conveniência localizada na rua Zulmira Borba, no bairro Nova Lima. Segundo uma moradora da região, a aglomeração naquele local acontece também durante a semana. Segundo ela, a polícia é acionada todos os dias, mas somente apareceu neste sábado para verificar a situação.

Outro caso de conveniência, neste caso com show ao vivo de uma dupla sertaneja, aconteceu na Rua Fátima do Sul, no Jardim Batistão. Segundo um morador, a polícia esteve lá nesta noite, não sendo a primeira vez que a guarnição vai até o local acabar com a aglomeração.

Ontem também houve aglomeração de clientes no estabelecimento, que já foi autuado pela polícias outras vezes.

Festas também estão acontecendo em espaços alugados. Como é o caso de uma na rua Congonhas, no bairro Taquarussu, também na Capital. Neste caso, trata-se de uma festa enterro dos ossos, comum após o feriado do Carnaval. Segundo a denunciante, foi feita uma tentativa de contato com a GCM (Guarda Civil Metropolitana) e com a PM (Polícia Militar), mas sem sucesso.

Outra festa também acontece em um espaço conhecido na cidade, localizado na Avenida da Capital, na Vila Rica. O leitor do Jornal Midiamax informou que também contatou a GCM, mas não foi atendido.

Confira os vídeos das aglomerações:

Jornal Midiamax