Cotidiano

Campo Grande registra 107% de superlotação das UTIs Covid-19 nesta segunda-feira

São 24 pessoas atendidas além da capacidade

Dândara Genelhú Publicado em 19/04/2021, às 15h15

Paciente Covid-19 em estado grave recebendo tratamento.
Paciente Covid-19 em estado grave recebendo tratamento. - Foto: Reprodução.

Na tarde desta segunda-feira (19), Campo Grande registrou 107,06% de superlotação nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19. Então, com ocupação máxima de pacientes, 24 pessoas são atendidas além da capacidade da Capital. 

Então, são 340 leitos de UTI registrados em Campo Grande. Porém, são 364 pacientes sendo atendidos com quadro grave da Covid-19.

Os dados são apontados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio do Painel Mais Saúde. As informações desta matéria são referentes a atualização das 15h. 

Além das UTIs, Campo Grande também possui leitos clínicos para atender pacientes Covid-19, que estão com 83,06% de lotação. São 484 leitos existentes e 402 estão ocupados. Ou seja, ainda restam 82 vagas disponíveis para novas internações. 

Apesar das vagas livres, os leitos clínicos de Campo Grande também passam por cenário crítico. De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), a partir de 80% de lotação, a situação das instalações é preocupante.

Jornal Midiamax