Cotidiano

Campo Grande recebe pela 2ª vez título internacional pela conservação das florestas urbanas

Mais uma vez, Campo Grande foi reconhecida pela preservação das florestas urbanas. Pelo segundo ano consecutivo, a Capital recebeu da Arbor Day Foundation o título de ‘Tree Cities of the World’ ou ‘Cidades Árvore do Mundo’. O título reconhece cidades do redor do mundo que se comprometeram em cultivar e manter as florestas urbanas. O […]

Mylena Rocha Publicado em 02/03/2021, às 10h05 - Atualizado às 13h26

 (Foto: Marcos Ermínio | Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio | Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio | Midiamax)

Mais uma vez, Campo Grande foi reconhecida pela preservação das florestas urbanas. Pelo segundo ano consecutivo, a Capital recebeu da Arbor Day Foundation o título de ‘Tree Cities of the World’ ou ‘Cidades Árvore do Mundo’. O título reconhece cidades do redor do mundo que se comprometeram em cultivar e manter as florestas urbanas.

O presidente da Arbor Day Foundation, Dan Lambe parabenizou as cidades que receberam o título. “Eles são líderes no planejamento e manejo de suas florestas urbanas. Esta distinção é uma celebração de sua criatividade e sustentabilidade na criação de espaços urbanos mais saudáveis”.

O prefeito Marquinhos Trad destacou o trabalho realizado e parabenizou todos que atuaram diretamente para esta conquista. Ele ressalta que a administração preza pelo desenvolvimento sustentável, com a preservação da arborização. “O resultado desse trabalho é o reconhecimento internacional que obtivemos por dois anos consecutivos. Temos compromisso com o manejo da arborização e, com isso, garantir um futuro melhor para todos”, declarou o prefeito.

O titular da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), Luís Eduardo Costa explica que o reconhecimento veio após auditoria de uma série de serviços que o município realiza na preservação das áreas verdes. Os serviços incluem manejo das árvores, a recuperação das árvores centenárias, a distribuição de mudas no viveiro, além de ações nas áreas de preservação permanente. 

“A gente fica muito feliz, não é fácil, é um serviço bastante complexo. A nossa secretaria cuida da gestão do desenvolvimento urbano, mas com um olhar na preservação do meio ambiente. Esse é o nosso maior desafio”, celebra o secretário. 

Para Campo Grande ser reconhecida novamente, a cidade comprometeu-se a cumprir cinco padrões do programa que mostram sua dedicação e determinação em plantar e conservar árvores para um futuro mais verde. No total, 120 cidades de 63 países foram reconhecidas nesta edição.

O plantio de árvores em uma área urbana traz uma infinidade de benefícios, podendo ajudar a reduzir os custos de energia, gerenciamento de águas pluviais e controle da erosão. O programa apresenta uma rede de líderes que visam criar mais espaços verdes em áreas urbanas, reconhecendo as cidades que o fazem bem. 

Para compor a rede Tree Cities of the World, as cidades devem preencher requisitos com relação a ter setor responsável especificamente pela arborização, possuir políticas para a proteção e manutenção da sua floresta urbana, realizar inventários, estudos e planos em longo prazo para implantação e manejo de arborização, investir orçamento anual para o manejo arbóreo e realizar ao menos anualmente a celebração do dia da árvore, como medida para conscientizar a população. 

“Este é o reconhecimento internacional mais importante no quesito de florestas urbanas. Para participar do programa, o município envia os dados que são auditados, demonstrando nossas efetivas ações”, pontuou a superintendente de fiscalização e gestão ambiental da Semadur, Gisseli Giraldelli.

Jornal Midiamax