Cotidiano

Campo Grande e outras seis capitais estão sem doses para 2º aplicação da Coronavac

Vacinação está paralisada a mais de uma semana

Dândara Genelhú Publicado em 03/05/2021, às 14h17

Novo lote da Coronavac deve ser distribuído nesta semana.
Novo lote da Coronavac deve ser distribuído nesta semana. - Foto: Reprodução.

Nesta segunda-feira (3), a vacinação com a Coronavac continua paralisada em Campo Grande. Outras seis capitais também não possuem doses para aplicar o reforço da vacina.

Houve atraso na produção e entrega de doses do imunizante, o que causa a pausa na vacinação. Assim, os últimos vacinados em Campo Grande foram os com agendamento da segunda dose para 20 de abri.

Ou seja, quando for retomada a vacinação, a Capital terá pelo menos 13 dias de atraso de aplicação para serem compensados. Em todo o Mato Grosso do Sul, existem cerca de 30 mil pessoas com a segunda dose da Coronavac atrasada.

Levantamento da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) mostra que faltaram doses para a segunda aplicação da vacina contra a Covid-19 em 74,4% dos municípios de MS.

Então, de acordo com o G1, sem doses da Coronavac: Aracaju, Belo Horizonte, Belém, Campo Grande, Porto Alegre, Porto Velho e Recife. Essas são apenas capitais que possuem falta de Coronavac.

A direção do Instituto Butantan afirmou que iria retomar a entrega de Coronavac a partir desta segunda-feira (03) ao Ministério da Saúde. No fim de março, o governo federal passou a orientar que não era mais preciso reservar metade dos lotes da Coronavac para garantir a segunda dose.

Então, existem três grupos prioritários que ainda precisam da segunda aplicação da Coronavac em todo o Brasil. São: 3% dos trabalhadores da saúde, 6,2% das forças de segurança, salvamento e Forças Armadas e 1,9% dos idosos entre 60 e 64 anos.

Jornal Midiamax