Cotidiano

Campo Grande dá início a projeto para castração gratuita de até 600 cães e gatos por mês

ONGs com cadastro na prefeitura poderão encaminhar animais para realizar procedimento

Gabriel Maymone e Mayara Bueno Publicado em 21/09/2021, às 11h56

Primeiro dia do programa contou com castração de 30 gatos
Primeiro dia do programa contou com castração de 30 gatos - Marcos Ermínio / Midiamax

Campo Grande iniciou nesta terça-feira (21) programa de castração pública de cães e gatos, que irá realizar procedimentos em até 600 animais por mês. Por enquanto, apenas uma clínica veterinária foi habilitada: a Amor em Pet, localizada no Bairro Monte Castelo. Outras clínicas podem aderir ao programa, confira o edital neste link.

As castrações serão divididas da seguinte forma: 300 cães (150 machos e 150 fêmeas) e 300 gatos (150 machos e 150 fêmeas).

Inicialmente, o programa atenderá exclusivamente animais que estejam em situação de vulnerabilidade e abrigados em ONGs cadastradas no sistema da prefeitura.

O objetivo é fazer o controle populacional dos animais, declarou o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (sem partido). "Campo Grande adota o bem-estar animal, diante da proliferação, principalmente, em bairros com pessoas com menos renda, que não conseguem arcar com a castração", disse.

Ele citou a importância que os animais de estimação têm na vida das pessoas. "Muitas o consideram como membro da família", pontuou.

Para ter uma ideia do tamanho do 'problema', a Subsecretaria do Bem-Estar Animal está realizando levantamento. "até o dia 24 de setembro estará aberto banco de dados para as ONGs informarem, para termos um panorama", disse a titular da pasta, Ana Cristina Camargo.


Primeiro dia do projeto teve a castração de 30 gatos na clínica Amor em Pet - Foto: Marcos Ermínio / Midiamax

Por ser a única clínica habilitada, a Amor em Pet poderá receber os 600 cães e gatos em um mês. A proprietária, Laura Metello, informou que a empresa tem condições de atender a demanda e detalhou o tempo para cada cirurgia. "São 10 minutos para gatos e cães machos, 15 minutos para gatas fêmeas e 25 minutos para cadelas", comentou.

As clínicas habilitadas terão prazo de 1 ano para permaneceram ativas no cadastro da prefeitura, podendo ter a vigência revogada. O prazo continua aberto para outros estabelecimentos aderirem ao programa.

Atualmente, Campo Grande conta ainda com ações de castração no CCZ (Centro de Controle de Zoonose) e no Castramóvel. A soma dos projetos perfaz uma capacidade de realizar 1.320 castrações realizadas por mês.

Jornal Midiamax