Cotidiano

Nas UPAs, internações seguem em alta e Prefeitura amplia estoque de oxigênio

Ampliação ocorre para atender demanda

Gabriel Maymone Publicado em 12/04/2021, às 10h20

UPA das Moreninhas recebe 7 cilindros a mais para atender demanda
UPA das Moreninhas recebe 7 cilindros a mais para atender demanda - Divulgação

A prefeitura de Campo Grande confirmou a ampliação no número de cilindros de oxigênio disponíveis da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas.

No sábado à noite, a empresa terceirizada contratada para fazer recarga nos cilindros nas unidades de saúde realizou a subsitutição dos cilindros existentes por novos, além de adicionar 7 cilindros "para atender à demanda", segundo a prefeitura.

Em nota, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) reforçou que não há falta de oxigênio nas unidades de saúde. "A prefeitura instalou, neste mês, quatro tanques de oxigênio nas unidades que têm o maior fluxo de pacientes, sendo elas as UPAs Coronel Antonino, Universitário, Vila Almeida e Jardim Leblon, justamente visando evitar a necessidade de trocas diárias dos cilindros para manter o abastecimento", pontuou.

A instalação ocorreu há um mês nas unidades e foram colocados para evitar a troca de cilindros, evitando, assim, a necessidade de recarregar os equipamentos e  ocorrer falta pontual.

O gerador absorve o ar externo, purifica-o e o transforma em oxigênio comprimido, que é utilizado por pacientes com covid, pneumonia, H1N1 e outras doenças que afetam os pulmões.

Jornal Midiamax