Cotidiano

Câmara discute instalação de polo de ensino à distância da UEMS nas Moreninhas

Pesquisa de demanda

Diego Alves Publicado em 28/04/2021, às 22h25

Reunião que discutiu o assunto na Câmara (assessoria)
Reunião que discutiu o assunto na Câmara (assessoria)

A instalação de um polo EaD (Ensino à Distância) da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) na região das Moreninhas foi discutida na Câmara dos Vereadores na última sexta-feira (23), em Campo Grande.

A região das Moreninhas é uma das mais populosas Capital e distante da sede da UEMS, localizada na região do Bairro José Abraão, saída para Rochedo.

“A UEMS tem por obrigação atender vocês, a sociedade. Através dos impostos dos senhores e das senhoras, esse dinheiro retorna para a Universidade. Cada centavo de vocês retorna para que a gente possa prestar uma educação, uma pesquisa e uma extensão de qualidade. Nosso compromisso, junto a Bancada Federal, é ampliar nossa doação junto à sociedade”, disse o reitor da instituição, Prof. Dr. Laércio Alves de Carvalho.

O projeto já conta com verbas federais e tem como principal motivo, a distância entre as Moreninhas e a UEMS. Segundo o reitor, técnicos da UEMS irão visitar o bairro e fazer uma pesquisa de demanda, saber as necessidades dos moradores e elencar cursos que possam ser criados.

“Precisamos ter demanda, precisamos ter interessados. Já temos apoio da bancada federal para que possamos pagar algumas bolsas para professores, então isso já está garantido. Precisamos ter espaço, computadores e apoio técnico”, disse.

Participaram da reunião, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), e os vereadores Tabosa (PDT), Zé da Farmácia (Podemos), Tiago Vargas (PSD), Coringa (PSD), Dr. Victor Rocha (PP), Edu Miranda (Patriota) e Camila Jara (PT).

Jornal Midiamax