Cotidiano

Calor de 40ºC, chuva e raios: saiba como será a primavera de 2021 em MS, segundo a meteorologia

Nova estação chega na tarde do dia 22 de setembro

Gabriel Maymone Publicado em 13/09/2021, às 10h37

Primavera começa às 15h21 do dia 22 de setembro em MS
Primavera começa às 15h21 do dia 22 de setembro em MS - Marcos Ermínio / Midiamax

O inverno vai chegando ao fim e dará espaço para a primavera, que começa, oficialmente, às 15h21 do dia 22 de setembro em Mato Grosso do Sul — e todo o hemisfério sul do planeta. Saiba o que a meteorologia prevê para a próxima estação em MS.

O resumo dessa primavera será: calor acima do normal e chuvas abaixo da média. Esse é o prognóstico do meteorologista Natalio Abraao, da Anhanguera-Uniderp.

Dias em que o termômetro marca valores próximos aos 40ºC serão mais comuns a partir de outubro e novembro. Cidades como Campo Grande, Corumbá, Água Clara, Três Lagoas e Sonora podem ter extremos nesses meses, com possibilidade de novos alertas de estiagens.

No quesito calor, o mês de outubro será o mais intenso, com máximas podendo alcançar os 42ºC na região pantaneira e no Bolsão — Três Lagoas, Paranaíba. O norte do Estado também pode marcar temperaturas acima dos 40ºC como em Coxim e Sonora. A região central — Campo Grande — pode ter termômetros alcançando os 37ºC. O sudoeste — Ponta Porã e Amambai — que deve ser menos quente, com calor de até 33ºC.

Chuvas

É esperado que o volume de chuvas fique próximo à média histórica para cada região, podendo ficar um pouco abaixo. O meteorologista é categórico em afirmar que os níveis dos rios não devem voltar à normalidade este ano.

No início da primavera, as regiões central e sul podem registrar episódios de pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de ventos, até fortes nos
finais de tarde e à noite. Veja abaixo a média histórica de chuva:

Localidade................................Outubro.........Novembro.......Dezembro
Campo Grande/Terenos...........130,0............180,0..............200,0
Corumbá. /Ladário....................065,0............090,0..............120,0
Coxim/Rio verde.......................130,5............205,0..............220,0
Dourados/Itaporã......................160,0............165,0..............180,0
Ivinhema/Angélica.....................150,0...........185,0..............195,0
Paranaíba/Inocência.................105,0...........180,0..............240,0
Ponta Porã/A. João...................175,0...........220,0..............190,0
Três Lagoas/Bataguassu..........115,0...........135,0..............190,0

Raios

Começo de novembro e meados de dezembro devem ter aumento no número de raios e descargas elétricas à noite devido à grande quantidade de
partículas de queimadas ocorridas no inverno e que podem potencializar as nuvens de trovoadas. Alerta para excessivas descargas elétricas no Sul, Sudoeste e Central do estado.

Ventos

Pode ocorrer em outubro, acompanhado de trovoadas e raios, com ou sem chuva, devido ao calor e à umidade. Em novembro, deve vir acompanhado de chuva, mas ocorre de forma mais isolada na região centro sul.

O meteorologista alerta para possibilidade de rajadas superiores a 60 km/h principalmente em outubro e parte de novembro. Essa velocidade já coloca o fenômeno como ventania ou ventania forte.

Jornal Midiamax