Durante fiscalização em uma rodovia vicinal, a equipe encontrou dois animais silvestres abatidos, sendo um da espécie tatu-galinha, que está na lista de espécie em extinção e um animal da espécie cutia com o borracheiro. O infrator afirmou ter ganhado os bichos e se negou a informar a procedência.

O veículo e os animais abatidos foram apreendidos. O criminoso, que mora em Fátima do Sul, recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil, e responderá por crime ambiental, cuja pena é de seis meses a um ano de detenção, com aumento de meio de prisão, devido ao tatu-galinha estar em extinção.

Saiba Mais