Cotidiano

Bodoquena faz testagem em massa da população para buscar casos assintomáticos de Covid

Município adquiriu 3 mil testes rápidos, suficientes para atender a quase 40% da população

Humberto Marques Publicado em 12/06/2021, às 10h56

Novo Paço Municipal de Bodoquena; município iniciou testagem em massa atrás de casos de Covid-19
Novo Paço Municipal de Bodoquena; município iniciou testagem em massa atrás de casos de Covid-19 - PMB/Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Bodoquena –a 269 km de Campo Grande– iniciou na sexta-feira (11) a testagem em massa da população para identificar casos positivos de coronavírus. A intenção é evitar que a Covid-19 se espalhe pela cidade, identificando, principalmente, pessoas assintomáticas –que têm a doença, mas não manifestam sintomas.

Foram adquiridos 3 mil testes rápidos, o suficiente para verificar quase 40% da população de 7,8 mil habitantes. Conforme a prefeitura, a testagem em massa ajudará a combater a subnotificação de Covid-19.

Duas enfermeiras, duas técnicas de Enfermagem e o agente comunitário de Saúde de cada região do município percorrem os bairros e, de casa em casa, realizam questionários e oferecem o teste aos moradores.

O teste rápido é realizado entre 1º e o 8º dia de infecção, com resultado divulgado em até 15 minutos. Nos casos positivos, é emitido atestado de isolamento e o paciente é enviado ao hospital para receber atendimento especializado. Solicita-se que a população do município atenda a equipe.

Além do atendimento domiciliar, a testagem também pode ser feita no Hospital Municipal Francisco Sales –quem apresentar sintomas da doença deve buscar atendimento no local especializado.

População de Bodoquena foi orientada a receber equipes para testagem em busca de casos de Covid. (Foto: Divulgação)
População de Bodoquena foi orientada a receber equipes para testagem em busca de casos de Covid. (Foto: Divulgação)

Bodoquena é um dos 43 municípios do Estado colocados sob bandeira cinza, de grau extremo de risco de contágio por Covid-19, conforme atualização emergencial do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) realizada na noite de quarta-feira (9). Com isso, a prefeitura anunciou seguir as recomendações e medidas determinadas pela Secretaria de Estado de Saúde.

Até 24 de junho estará proibido o funcionamento de comércios e serviços em geral, com exceção daqueles considerados emergenciais. Decreto que havia sido baixado em 8 de junho também teve suas premissas mantidas –que incluem o toque de recolher das 20h às 5h, proibição do consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas e da realização de festas em eventos com aglomerações, incluindo a zona rural.

Boletim divulgado na sexta-feira (11) pela Secretaria Municipal de Saúde indica 418 casos positivos de Covid-19 em Bodoquena desde o início da pandemia, estando 41 deles ativos e 365 pacientes estando curados. Há, ainda, 51 casos sob inevestigação e 12 mortes causadas pela doença.

Jornal Midiamax