Cotidiano

Baixo volume de chuvas pode levar MS a decretar emergência ambiental

Baixa precipitação pluviométrica nos últimos 30 dias

Diego Alves Publicado em 28/04/2021, às 21h28

Seca no Rio Negro (acs)
Seca no Rio Negro (acs)

Poderá ser decretado estado de emergência ambiental em Mato Grosso do Sul, devido ao baixo volume de chuva nos últimos 30 dias. A indicação é de condições de seca em todas as cidades de MS.

A informação foi dada após reunião da Sala de Crise do Pantanal entre a ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento) e Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) na última segunda-feira (26).

“As informações repassadas pelos técnicos do Cemaden, do Inpe e do Serviço Geológico Brasileiro na reunião da Sala de Crise do Pantanal evidenciaram uma baixa precipitação pluviométrica nos últimos 30 dias. Além disso, o volume de chuva nos meses de janeiro a março deste ano ficou abaixo da média histórica e a previsão para os próximos 18 dias é de chuva irregular. Esse conjunto de fatores acenderam o alerta de seca, por isso já propusemos a Emergência Ambiental”, disse o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

O Ministério do Meio Ambiente publicou a Portaria MMA Nº 78, no de março que declara estado de emergência ambiental em épocas e regiões específicas do País. No Estado, o período abrange os meses de maio a dezembro de 2021.

Jornal Midiamax