Cotidiano

Audiência debate utilização de livros regionais na educação em Campo Grande

Importância dos livros regionais no ensino escolar

Diego Alves Publicado em 21/10/2021, às 21h52

Reprodução
Reprodução

A Câmara Municipal de Campo Grande realizou audiência pública a respeito da importância dos livros regionais no ensino escolar, nesta quarta-feira (20) e reuniu vereadores, entusiastas e autoridades competentes.

Segundo o vereador Ronilço Guerreiro, membro da Comissão Permanente de Educação e Desporto e presidente da audiência, “a ideia é valorizar a cultura e história do nosso estado e cidade, assim como valorizar os escritores, que são valorizados fora daqui e não são tão conhecidos da nossa gente”.

Outro grande objetivo da medida, incentivar crianças e adolescentes a se tornarem leitores assíduos. “Além do reconhecimento e da valorização, é um incentivo à cultura regional, aos escritores que também são empreendedores e reconhecimento da nossa identidade e da nossa região”, explica o vereador Ronilço Guerreiro.

Segundo ele, o que está sendo proposto já é praticado em outros cantos do Brasil. “O Nordeste já faz isso [inserir escritores locais nos currículos escolares], vários escritores passam a ser reconhecidos por esse motivo”. O vereador ressalta que estamos falando de empreendedores também, pessoas que contribuem na economia, com isso, a medida passaria a ter um cunho econômico.  

A presidente da Academia Sul-mato-grossense de Artes e Letras, Delasnieve Miranda, enalteceu a proposta da Comissão. “Refletir sobre a literatura e artes sul-mato-grossenses é reconhecer que ela ocupa lugar de importância na construção da identidade de nosso estado”. (Com informações da assessoria)

Jornal Midiamax