Cotidiano

Atletas de MS conquistam medalhas de ouro e prata em campeonato internacional de jiu-jitsu

Atletas de Mato Grosso do Sul conquistaram medalhas de ouro, desta vez, no Campeonato Aberto Internacional do Rio de Jiu-Jitsu, Open IBJJF Jiu-Jitsu Championship 2021, nesta quinta-feira. A competição segue até domingo (21), na Arena Coronel Wenceslau Malta, no Rio de Janeiro. Giovanna Jara de Souza foi ao pódio duas vezes e no degrau mais […]

Karina Campos Publicado em 19/03/2021, às 07h11

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

Atletas de Mato Grosso do Sul conquistaram medalhas de ouro, desta vez, no Campeonato Aberto Internacional do Rio de Jiu-Jitsu, Open IBJJF Jiu-Jitsu Championship 2021, nesta quinta-feira. A competição segue até domingo (21), na Arena Coronel Wenceslau Malta, no Rio de Janeiro.

Giovanna Jara de Souza foi ao pódio duas vezes e no degrau mais alto em ambas. Os ouros foram conquistados na categoria meio-pesado, de até 74 kg, e absoluto, sem limite de peso, pela classe adulto, com a faixa-azul, estilo gi – com quimono. Para ter as medalhas douradas no peito, a atleta, representando a Alliance Jiu-Jitsu Team MS, de Campo Grande, teve de encarar sete lutas, vencendo todas por finalização.

Não é a primeira vez que a lutadora de 18 anos, de Costa Rica, participa do Rio International Open. Em 2019, ficou em primeiro lugar na categoria juvenil e também na absoluto. A sul-mato-grossense está atualmente em São Paulo (SP), onde passa por um período de aperfeiçoamento com a equipe do projeto Dream Art, que desenvolve atletas de alto nível do jiu-jitsu com foco internacional.

O jovem Pedro Henrique Moura Ávila, de 19 anos, que fez sua estreia na competição, faturou a prata na categoria peso-pena, até 70 kg adulto, pela faixa-azul, estilo gi – com quimono. Ele treina no Projeto Social Lutando pelo Bem (PSLPB) Cícero Costha, academia de Campo Grande,). Ao todo, foram quatro lutas, contra adversários do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. No domingo, o atleta tem chance de voltar ao pódio, com mais disputas pela frente. Desta vez, pelo estilo no-gi (sem quimono).

Jornal Midiamax