Cotidiano

Após temporal, mais de 180 árvores ainda aguardam retirada em Campo Grande

Corpo de Bombeiros trabalha ao longo da semana para remover as árvores

Renata Barros Publicado em 18/10/2021, às 11h39

Moradores saíram para trabalhar, contornando a árvore que caiu sobre a residência
Moradores saíram para trabalhar, contornando a árvore que caiu sobre a residência - Foto: Renata Barros

O vendaval que atingiu Campo Grande na última sexta-feira (15) ainda deixa rastros de destruição pela Capital. Com a forte ventania, árvores foram derrubadas sobre casas, escolas e interromperam ruas e avenidas. Cerca de 180 árvores ainda estão aguardando para serem podadas e retiradas das vias.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 183 chamados de quedas de árvores ainda precisam ser atendidos. “O Corpo de Bombeiros Militar está realizando uma força tarefa com três guarnições, aproximadamente 80 militares de serviço sendo a ocorrência principal o corte das mesmas”, informa nota, divulgada na manhã desta segunda-feira (18).

Por conta da grande demanda, o serviço vai adentrar a semana. “Os trabalhos serão realizados durante toda semana devido à grande demanda. Além dos 80 militares em serviço, há o adicional de mais três guarnições” completa a nota.

[Colocar ALT]
Adir preocupa-se com o risco da árvore cair por completo. Foto: Renata Barros

No bairro Aero Rancho, moradores aguardam pela retirada de árvores. A aposentada, Adir Mendes, de 71 anos conta que levou um susto quando a árvore na calçada de sua residência caiu sobre a casa do vizinho, atingindo também o portão de sua residência.

A senhora mora com o esposo, Antônio Rodrigues de Lima, de 85 anos, nos fundos da casa de sua filha. Seu genro precisou cortar os galhos da árvore para que eles pudessem sair da residência com Antônio, que utiliza cadeira de rodas. Agora, alguns fios de telefonia e energia seguram os galhos para que eles não despenquem sobre a varanda da casa da frente.

Além do susto, os moradores da região ficaram sem energia o restante da sexta-feira e sábado. “Ficamos sem energia até sábado à noite”, conta Adir. “Quando eu vi o temporal desliguei tudo da tomada”, relata a moradora, que afirma não ter tido nenhum prejuízo além da queda da árvore.

Solicitação de retirada de árvores

Para solicitar a retirada de árvores que esteja obstruindo vias de trânsito, ligue no 156, na Central da Prefeitura Municipal. Horário de funcionamento vai até às 21h nesta segunda-feira.

Jornal Midiamax