Cotidiano

Após semana de chuvas, moradores reclamam de ruas intransitáveis no São Conrado e Vila Aimoré

Os últimos dias têm sido de tempo fechado e moradores já sentem o impacto da chuva nos bairros de Campo Grande. Como a chuva não dá trégua, as ruas se transformam em um lamaçal e moradores explicam que não conseguem sequer sair de casa. A situação foi denunciada pelos moradores do bairro Vila Aimoré e […]

Mylena Rocha Publicado em 19/01/2021, às 09h00

Moradora reclama das condições da rua Manoelita Alves. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax)
Moradora reclama das condições da rua Manoelita Alves. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax) - Moradora reclama das condições da rua Manoelita Alves. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax)

Os últimos dias têm sido de tempo fechado e moradores já sentem o impacto da chuva nos bairros de Campo Grande. Como a chuva não dá trégua, as ruas se transformam em um lamaçal e moradores explicam que não conseguem sequer sair de casa. A situação foi denunciada pelos moradores do bairro Vila Aimoré e São Conrado. 

A rua Manoelita Alves, no São Conrado, foi transformada pela enxurrada e moradora afirma que não consegue sequer entrar com o carro na garagem. A situação é frequente e os problemas acontecem sempre que chove. “Há cinco dias meu carro tem ‘dormido’ na rua. Não dá para entrar em casa”, reclama. 

Já Tiara Marques, de 23 anos, mora há cinco no bairro Aimoré e conta que também não consegue sair de casa. A rua Alurvocas se transformou em um lamaçal e que a situação tem piorado por conta das chuvas intensas. “É sempre assim, mas desta vez está pior. Meu carro atola na rua”, diz. Também na rua Alurvocas, a moradora Carmem de Lima reclama da falta de atenção ao bairro.

Em nota, a Prefeitura de Campo Grande informou que assim que a chuva ser trégua, a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) vai recuperar os pontos críticos da malha viária não pavimentada. “É necessário um tempo mínimo de estiagem, que reduza a umidade do solo, para que qualquer intervenção seja viável”.

Fala Povo – o WhatsApp do Jornal Midiamax

As informações foram enviadas ao Fala Povo, o WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax