Cotidiano

Após três meses, 9 cidades de MS não imunizaram nem 60% do grupo de risco contra Covid-19

Campo Grande já vacinou mais de 71% das pessoas do grupo prioritário

Os municípios são os com menor índice de imunização entre os grupos de risco.
Os municípios são os com menor índice de imunização entre os grupos de risco. - Foto: Reprodução/ Agência Brasil.

Faltando três dias para completar três meses de campanha de vacinação contra Covid-19, Mato Grosso do Sul tem nove cidades que não atingiram nem 60% do público alvo. Estas cidades são as que menos imunizaram pessoas do grupo de risco contra o coronavírus. 

No Estado, são 66,76% dos grupos prioritários vacinados contra a Covid-19. Ou seja, esses nove municípios estão atrás da cobertura média do Estado. Em Campo Grande, a cobertura de imunização é de 71,80% para os grupos prioritários. 

Então, as cidades com menor alcance de imunização nos grupos prioritários são: Dourados (47,77%), Sete Quedas (49,22%), Costa Rica (55,75%), Ladário (57,35%), Novo Horizonte do Sul (57,39%), Chapadão do Sul (58,11%), Três Lagoas (59,14%), Água Clara (59,58%) e Paranaíba com 59,64%. 

A porcentagem é de aplicação das primeiras doses aplicadas na população estimada como grupo prioritário pelo Governo Estadual. Apesar de alguns municípios de MS terem zerado o estoque de primeiras doses, estes ainda possuem doses em estoque. 

Para a reportagem, foram utilizados dados do Vacinômetro, portal disponibilizado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Entretanto, as informações são passadas pelos municípios de MS até a última quarta-feira (14). 

Jornal Midiamax