Cotidiano

Após morte na MS-040, caminhoneiros fecham rodovia em protesto contra más condições da pista

Buracos e falta de acostamento tornam perigosa a MS-040, que liga Campo Grande a Santa Rita do Pardo e tem fluxo intenso de caminhoneiros.

Jones Mário Publicado em 15/02/2021, às 17h58 - Atualizado em 16/02/2021, às 07h40

Caminhoneiros fecharam a via nos dois sentidos (Foto: Divulgação)
Caminhoneiros fecharam a via nos dois sentidos (Foto: Divulgação) - Caminhoneiros fecharam a via nos dois sentidos (Foto: Divulgação)

Grupo de aproximadamente 20 caminhoneiros bloqueou os dois sentidos da rodovia MS-040, que liga Campo Grande a Santa Rita do Pardo, na tarde desta segunda-feira (15) de Carnaval. O protesto foi a fim de chamar a atenção para as más condições da pista. Mais cedo, um caminhoneiro de 55 anos morreu em acidente na estrada depois de ter um pneu furado.

A MS-040 é de responsabilidade do governo estadual, mas a manutenção da pista tem deixado a desejar, segundo caminhoneiros que trafegam por ela diariamente. É o caso de Onofre Vieira Gonçalves, de 52 anos, caminhoneiro há 13, que transporta areia. Ele destaca que a via está bastante esburacada, até mesmo em pontos próximos a curvas perigosas. Em alguns casos, o motorista precisa invadir a contramão para desviar dos rombos, mesmo sem ter a visão completa da pista contrária.

“Não tem condições. É uma via rápida, com muito trânsito, sem acostamento e esburacada”, disse. Gonçalves pede, ao menos, que os defeitos no asfalto sejam tapados.

Após morte na MS-040, caminhoneiros fecham rodovia em protesto contra más condições da pista
Buracos na MS-040 obrigam motoristas a invadir pista contrária (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

O grupo de caminhoneiros se concentrou na altura do km 5 da via, próximo ao entroncamento com o Anel Viário de Campo Grande. O bloqueio durou aproximadamente duas horas e provocou congestionamento. A PMR (Polícia Militar Rodoviária) chegou ao local já no fim da manifestação.

Diego Vieira, 30, caminhoneiro que também trabalha com areia todos os dias, alertou também para o risco à vida dos ciclistas que pedalam na MS-040. Sem acostamento, “se estiverem passando dois caminhões juntos ao mesmo tempo, não vai ter espaço para o ciclista, o que é muito perigoso”, afirmou.

Os caminhoneiros pediram providências urgentes. Caso contrário, prometeram voltar a fechar a rodovia em novo protesto.

O acidente de mais cedo na MS-040 pode ter sido provocado por buracos na pista. O caminhoneiro de 55 anos perdeu o controle da direção após um pneu furar, o que o levou a bater em outro caminhão, este carregado com areia. Com o impacto, ele foi lançado para fora do veículo e morreu na hora.

Veja vídeo que mostra as más condições da pista da MS-040, com imagens gravadas na tarde desta segunda-feira:

Jornal Midiamax