Cotidiano

Após forte chuva de granizo, 850 famílias fazem cadastro para receber doação de lona em cidade do MS

Lonas são distribuídas por critério de vulnerabilidade social

Ranziel Oliveira Publicado em 08/06/2021, às 14h15

Equipes da Coordenadoria de Defesa Civil e da Gerência de Obras visitam uma das famílias atingidas pela chuva
Equipes da Coordenadoria de Defesa Civil e da Gerência de Obras visitam uma das famílias atingidas pela chuva - (Foto: Divulgação / Coordenadoria de Defesa Civil)

O município de Naviraí foi atingido por uma forte chuva de granizo no dia 29 de maio. Ao todo, 850 famílias registaram danos causados pela chuva. A Prefeitura da cidade segue auxiliando as vítimas atingidas pelo temporal, na cidade e na zona rural, coma doação de lonas para as famílias que tiveram o telhado de suas casas danificados, nesta terça-feira (8).

As equipes da Assistência Social, Gerências de Obras e de Serviços Públicos e da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil entraram em ação para mitigar o sofrimento das vítimas da tempestade. Em uma das ações a Gerência de Assistência Social procedeu o cadastramento nominal das famílias que tiveram telhados perfurados ou destruídos pelo granizo.

Aproximadamente 850 famílias foram cadastradas durante dois dias de atendimentos no ginásio poliesportivo. Após o cadastramento, uma equipe composta por assistente social, engenheiro civil ou arquiteto iniciou os levantamentos, visitando cada uma das famílias que solicitaram apoio do Município.

A triagem feita obedecendo análises de vulnerabilidade social aponta que aproximadamente 350 famílias se enquadram nos critérios previstos na lei de termo de doação. Porém, um grande número de famílias já recebeu o atendimento emergencial da Prefeitura.

“Agora, com o endereço e nome das famílias selecionadas através da triagem, estamos fazendo doações de mais lonas. Com este apoio do Município o poder público está diminuindo os transtornos e, sobretudo, impedindo mais prejuízos para as famílias em função de que as chuvas continuam caindo em nosso município”, frisa a prefeita Rhaiza Matos.

Jornal Midiamax