Cotidiano

Após 7 dias de superlotação, ocupações de leitos UTI Covid-19 caem para 99% em MS

Há pelo menos sete dias, Mato Grosso registra recorde atrás de recorde em superlotação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19. O Estado chegou a 107% de lotação no último domingo (21), maior percentual já registrado. Assim, nesta terça-feira (23), o índice de ocupação caiu para 99,24% em MS. Então, das  526 vagas […]

Dândara Genelhú Publicado em 23/03/2021, às 17h54

Leito UTI em MS. (Foto: Governo de MS / Divulgação)
Leito UTI em MS. (Foto: Governo de MS / Divulgação) - Leito UTI em MS. (Foto: Governo de MS / Divulgação)

Há pelo menos sete dias, Mato Grosso registra recorde atrás de recorde em superlotação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19. O Estado chegou a 107% de lotação no último domingo (21), maior percentual já registrado. Assim, nesta terça-feira (23), o índice de ocupação caiu para 99,24% em MS.

Então, das  526 vagas em leitos de UTI Covid-19 no Estado, 522 estão ocupadas. Ou seja, pela primeira vez em uma semana, MS finaliza a tarde com vagas liberadas para novas internações. Com o monitoramento do Jornal Midiamax, é possível afirmar que houve redução de 5% da lotação.

Isto porque às 13h30 desta terça-feira, o Estado registrava 104% de superlotação. Os dados são divulgados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), no Painel Mais Saúde. Assim, MS ainda conta com os leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid-19 e Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave).

Após 7 dias de superlotação, ocupações de leitos UTI Covid-19 caem para 99% em MS
Índice de ocupação de leitos UTI Covid-19 em MS. Foto: Mais Saúde.

São 69,89% de lotação destes leitos nesta terça-feira (23). Com isso, são 810 unidades ocupadas, das 1.159 existentes. Entaõ, existem 349 vagas em leitos clínicos para novas internações Covid-19.

Melhor isolamento

O respiro dos leitos vem seguido das novas restrições que Campo Grande adotou. A semana ‘fecha tudo’ já mostra bons resultados com aumento do índice de isolamento social na Capital e Estado.

No primeiro dia da semana ‘fecha tudo’, Campo Grande subiu 20 posições no ranking de isolamento social. Assim, a cidade se tornou a 5ª Capital com melhor índice registrado na última segunda-feira (22). Então, 51,93% dos campo-grandenses respeitaram as medidas adotadas pela Prefeitura Municipal.

Por fim, a medida restritiva não só coloca Campo Grande, como uma das cinco capitais com melhor isolamento social, como ajuda MS a subir os índices. Então, no primeiro dia de ‘fecha tudo’, os resultados em MS já fizeram o Estado a subir 12 posições no ranking. Na segunda-feira (22), 45,74% da população respeitou a quarentena.

Jornal Midiamax