Cotidiano

Ampliado o prazo para emissão de CNH após exame toxicológico

Decisão do Denatran permite que renovação ou alteração da categoria sejam realizadas em tempo maior

Felipe Ribeiro Publicado em 16/07/2021, às 17h58

Emissão de CNH terá mais tempo para ser efetivada após exame toxicológico
Emissão de CNH terá mais tempo para ser efetivada após exame toxicológico - (Foto: Divulgação/Detran-MS)

O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) aumentou nesta semana o período para renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), ou mudar a categoria do documento, após a realização do exame toxicológico.

A decisão vale somente para as categorias C, D, e E. Especificamente nos casos de renovação e alteração do documento, o prazo para a emissão da CNH foi para 365 dias após o lançamento do resultado do exame de aptidão física e mental.

Ainda, a validade do exame toxicológico continua de 90 dias, contados a partir da data da coleta da amostra. Segundo a diretora de Habilitação do Detran-MS, Lina Zeinab, a mudança vai ajudar quem não tem tempo suficiente para efetivar o processo.

“Essa regra já existia. A legislação já prevê esse prazo de 90 dias, mas devido a pandemia, o Denatran decidiu por ampliar esse prazo para utilização do exame para a emissão da CNH para mudança de categoria ou renovação das categorias. Muitas vezes, as pessoas não conseguem concluir esse processo em 90 dias”, explicou.

Jornal Midiamax