Cotidiano

Alerta vermelho: MS tem 11 cidades com aviso para perigo da baixa umidade

Umidade do ar com índices baixíssimos oferece risco à saúde e recomendação é de até suspender o tradicional cafezinho

Mylena Rocha Publicado em 21/09/2021, às 10h33

Moradores devem tomar alguns cuidados, mas o mais importante é beber muita água.
Moradores devem tomar alguns cuidados, mas o mais importante é beber muita água. - Marcos Ermínio/Midiamax

O dia será de clima desértico em Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (21), mas moradores de algumas cidades podem enfrentar ainda mais dificuldades devido ao tempo extremamente seco. Ao todo, 11 cidades no norte do Estado estão com alerta vermelho para a baixa umidade do ar. 

O alerta foi feito pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), iniciando às 10h20 desta terça (21). O aviso fica valendo até a noite, quando os moradores das cidades devem ficar atentos aos cuidados, principalmente com a saúde.

O Instituto avisa que a umidade relativa do ar pode ficar abaixo de 12% na região. A condição do tempo não só favorece o risco de incêndios florestais, como também oferece perigos à saúde humana, com possibilidade de doenças pulmonares e dores de cabeça, por exemplo. 

Para os moradores destes municípios, a recomendação é beber bastante líquido, evitar atividades físicas, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, utilizar hidratante na pele, umidificar o ambiente e evitar bebidas diuréticas, como café e álcool. 

Confira as cidades em alerta: Alcinópolis, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes e Sonora.

Alerta laranja

Mato Grosso do Sul também tem cidades com o alerta laranja para o tempo seco. A situação não é tão extrema, mas exige cuidados, já que a umidade do ar varia de 20% a 12%. Há riscos de incêndios florestais e à saúde, como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Confira as cidades em alerta: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Jornal Midiamax