Cotidiano

Aero Rancho vira ‘cemitério’ de placas e moradores fazem até ‘mutirão’ para achar donos

Trecho de alagamento constante durante as chuvas mais abundantes em Campo Grande, os motoristas que a conhecem já evitam passar pela Avenida Thyrson de Almeida com a Avenida Raquel de Queiroz, no Aero Rancho. Com a força das águas durante alagamentos, muitos motoristas têm as placas literalmente arrancadas dos veículos. Com isso, o bairro se […]

Mariane Chianezi Publicado em 20/01/2021, às 07h16 - Atualizado em 21/01/2021, às 07h12

Moradores fazem 'mutirão' para encontrar donos de placas perdidas em alagamento no Aero Rancho | Foto: Reprodução, Facebook
Moradores fazem 'mutirão' para encontrar donos de placas perdidas em alagamento no Aero Rancho | Foto: Reprodução, Facebook - Moradores fazem 'mutirão' para encontrar donos de placas perdidas em alagamento no Aero Rancho | Foto: Reprodução, Facebook

Trecho de alagamento constante durante as chuvas mais abundantes em Campo Grande, os motoristas que a conhecem já evitam passar pela Avenida Thyrson de Almeida com a Avenida Raquel de Queiroz, no Aero Rancho. Com a força das águas durante alagamentos, muitos motoristas têm as placas literalmente arrancadas dos veículos. Com isso, o bairro se tornou uma espécie de ‘cemitério’ de estampas veiculares.

A situação é tão comum que chega a despertar a solidariedade de quem mora na região: para amenizar o prejuízo dos motoristas, os moradores da região se uniram para resgatar as placas encontradas após as chuvaradas e, pelas redes sociais, organizam mutirão para encontrar os proprietários das estampas.

Em um grupo no Facebook com mais de 6,3 mil internautas, alguns moradores postam as placas encontradas na última chuva intensa. Os itens, a propósito, são dos novos modelos do Mercosul – que custam de R$ 300 a R$ 410, dependendo se é troca ou primeiro emplacamento. 

Alguns motoristas que perderam as placas e se lembraram ter trafegado pelo trecho, já se adiantam e pedem ajuda para localizar as etiquetas. “Perdi minha placa na região do Aero Rancho no dia 13 de janeiro, no dia em que a chuva esta forte. Se alguém vir, por favor, me ajude”, pede uma internauta.

Outro morador perdeu a placa e, ciente do histórico do trecho, retornou ao local onde imaginou ter perdido a placa e não só encontrou a dele, como a de outros oito veículos. “Perdi a placa do meu carro, mas consegui achar. Encontrei mais oito placas de carros e deixei no posto policial perto da escola, só ir lá verificar. Tem placas novas e antigas”, postou morador.

Trecho de constantes alagamentos

Aero Rancho vira 'cemitério' de placas e moradores fazem até 'mutirão' para achar donos
Foto: de arquivo, Midiamax

Às margens do Rio Anhanduizinho, quando a chuva chega em grande volume, bastam alguns minutos para a água do rio subir e inundar a Avenida Thyrson de Almeida.

Em diversas reportagens produzidas pelo Jornal Midiamax durante as chuvas, o trecho com Avenida Raquel de Queiroz constantemente aparece como um dos mais prejudicados.

Em chuva que ocorreu na última semana, o Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para resgatar uma pessoa que estava se segurando em um semáforo para não ser carregada pela forte enxurrada.

Jornal Midiamax