Cotidiano

Acordos com a JBS garantem R$ 1,1 milhão em indenização a funcionários, diz Justiça do Trabalho

Audiências foram realizadas no âmbito da Semana Regional de Conciliação Trabalhista

Renan Nucci Publicado em 10/06/2021, às 14h30

Sede do Tribunal Regional Federal da 24ª Região em MS
Sede do Tribunal Regional Federal da 24ª Região em MS - Foto Ilustrativa

Uma das maiores litigantes na Justiça do Trabalho em Mato Grosso do Sul, a JBS foi parte em 14 audiências durante esta Semana Regional de Conciliação Trabalhista, que vem sendo realizada desde a segunda-feira (07) pelo TRT-24 (Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região), em todo o estado. O resultado é de 11 acordos que garantiram R$ 1.116.879,72 em indenização aos trabalhadores.

Ainda conforme o TRT-24, no aspecto geral, já foram realizadas 385 audiências que resultaram em 176 acordos. Somente na terça-feira (08), segundo dia da Semana de Conciliação, foram revertidos mais de R$ 4,5 milhões para trabalhadores sul-mato-grossenses, colocando fim à espera e solucionando o processo judicial.

O advogado Rui Rorato, do escritório que representa a JBS, pontuou que o escritório e a empresa avaliaram os riscos e ofereceram propostas que agradaram os trabalhadores e a resolução de cada caso foi o esperado. "Tanto a empresa como o escritório tem buscado e priorizado a conciliação e a celeridade nos processos. Estamos muito felizes com os resultados obtidos na Semana Regional de Conciliação", concluiu.

Muito além dos números arrecadados, as conciliações realizadas significam a solução de processos de grande complexidade, envolvendo temas como doenças ou acidentes de trabalho, que tramitavam desde 2015 na Justiça do Trabalho, três deles com execução provisória.

O advogado Marcos Ávila Correa representou três reclamantes em processos com execução provisória: processos estavam aguardando julgamento de recursos das partes no TST. Para o advogado, "as negociações foram excelentes e atingiram as conclusões dos litígios".

Para Jhonnathas Fernandes, advogado com seis processos na pauta de terça-feira, a Semana é importante porque já produz nas partes o desejo de participar. "Há um desejo por parte dos devedores em participar do evento e eles já trazem propostas", explicou. 

Para o Juiz Bóris Luiz Cardozo de Souza, titular da Vara do Trabalho de Naviraí e supervisor da pauta, as audiências foram muito exitosas, as partes estavam tranquilas e colaborativas. "As empresas trouxeram propostas bem efetivas e os reclamantes, muito bem assessorados por seus advogados, tiveram a sensibilidade de entabular os acordos para que o processo chegasse ao fim da maneira mais rápida", pontuou.

Grandes litigantes

Durante a Semana Regional da Conciliação Trabalhista foram criadas pautas de audiências com as empresas que têm o maior número de processos trabalhistas no TRT em Mato Grosso do Sul e compõem a lista dos "Dez Maiores Litigantes", com objetivo de solucionar o maior número possível de processos dessas empresas.

Para o advogado Fernando Friolli, representante de empresas que estão entre as maiores litigantes e com quase cem processos pautados durante a SRCT, entre elas, a JBS, a Semana de Conciliação dá agilidade aos processos. "A tentativa de conciliar é a premissa principal da Justiça do Trabalho. Acho importante e louvável poder participar e poder participar bem. O acordo é abrir mão: ambas as partes cedem um pouco para chegarem a um consenso", destacou.

Jornal Midiamax