Cotidiano

VÍDEO: Moradores reclamam de entulhos jogados em área abandonada no Tiradentes

Moradores da Rua da Flauta e Violino, no Bairro Tiradentes, reclamam do acúmulo de lixo jogados em uma área abandonada na região. Os vizinhos não conhecem o dono da propriedade e reclamam da infestação de insetos e usuários de droga. Conforme um morador, que preferiu não se identificar, recentemente o local sofreu queimada. A fumaça […]

Karina Campos Publicado em 02/09/2020, às 16h22 - Atualizado às 16h30

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução) - (Foto: Reprodução)

Moradores da Rua da Flauta e Violino, no Bairro Tiradentes, reclamam do acúmulo de lixo jogados em uma área abandonada na região. Os vizinhos não conhecem o dono da propriedade e reclamam da infestação de insetos e usuários de droga.

Conforme um morador, que preferiu não se identificar, recentemente o local sofreu queimada. A fumaça invadiu residência e o fogo chegou a atingir uma árvore e o muro vizinho.

“Tem muita ratazana, escorpião e esses dias pegou fogo, a fumaça chegou a invadir a casa do lado e tinha uma criança dormindo que quase foi asfixiada. Dizem que esse terreno pertence a uma médica, o que é um absurdo para alguém da saúde não se atentar a essa providência”, lamentou.

Segundo a prefeitura municipal, a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) realiza fiscalizações rotineiras e vistorias nos bairros da Capital. Uma vez que o imóvel sujo é identificado, o proprietário é notificado para a limpeza em até 15 dias.

A reincidência após a notificação pode levar a multa varia de R$ 2.414,50 até R$ 9.658,00, além de autuação administrativa. “Após esse período a fiscalização retorna ao local e caso a irregularidade não tenha sido sanada é implantada a Multa na inscrição do imóvel.”

As reclamações podem ser feitas através do Disque Denúncia 156, e a denúncia pode ser feita de forma anônima com informações sobre os terrenos baldios.

Jornal Midiamax