Cotidiano

VÍDEO: Imagens revelam cenário de destruição no Atacadão após rescaldo

Imagens divulgadas por um militar do Corpo de Bombeiros, que participou das ações de combate ao incêndio do Atacadão, da Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, revelam cenas de destruição no interior do atacadista, na tarde desta quarta-feira (16). Nas imagens é possível notar que alimentos do setor de hortifruti foram parcialmente queimados, mas […]

Karina Campos Publicado em 16/09/2020, às 17h52 - Atualizado em 17/09/2020, às 10h17

Entrada do local destruída. (Foto: Reprodução)
Entrada do local destruída. (Foto: Reprodução) - Entrada do local destruída. (Foto: Reprodução)

Imagens divulgadas por um militar do Corpo de Bombeiros, que participou das ações de combate ao incêndio do Atacadão, da Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, revelam cenas de destruição no interior do atacadista, na tarde desta quarta-feira (16).

Nas imagens é possível notar que alimentos do setor de hortifruti foram parcialmente queimados, mas todos comprometidos. Aparentemente, cartelas de ovos, prateleiras com leite, caixas de cerveja e outros produtos líquidos resistiram ao calor.

A entrada do atacadista é o que mais impressiona e se parece com cenário de um filme. Os caixas, balcão de atendimento ao cliente estão totalmente queimados, derretidos e sujos com cinzas.

Há muito lixo no interior da loja, não foram retirados pois focos de calor ainda são registrados pelas equipes de monitoramento. Por risco de desabamento, militares e equipes de reportagem não podem entrar no local.

Na tarde desta terça-feira (15), foram retirados alguns produtos que não foram atingidos pelas chamas, mas serão descartados.

Maior incêndio de Campo Grande

O incêndio que destruiu o atacadista começou na tarde de domingo (13), no setor de limpeza. O trabalho exigiu apoio de três caminhões-pipas e mais de 700  mil litros de água, além do efetivo de mais de 40 horas de militares do Corpo de Bombeiros.

As chamas altas podiam ser vistas à distância, atingindo o teto do local. Por conta do risco de desabamento e fumaça, vizinhos foram realocados para outras regiões.

Nenhum funcionário ou cliente foi ferido durante o incêndio e as causas ainda estão sendo investigadas.

Confira: 

Jornal Midiamax