Cotidiano

‘Vidas negras importam’: grupo mobiliza protesto na Capital após mortes pelo mundo

Contra o racismo e violência as pessoas negras, um grupo está mobilizando um protesto, na Praça do Rádio, no centro de Campo Grande. O evento nomeado como ‘Vidas negras importam’, está organizado para acontecer no sábado (6), em ato de repúdio a violência policial, após a morte do jovem George Floyd por um policial branco a também pela crescente violência contra […]

Karina Campos Publicado em 01/06/2020, às 13h45 - Atualizado às 14h27

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

Contra o racismo e violência as pessoas negras, um grupo está mobilizando um protesto, na Praça do Rádio, no centro de Campo Grande. O evento nomeado como ‘Vidas negras importam’, está organizado para acontecer no sábado (6), em ato de repúdio a violência policial, após a morte do jovem George Floyd por um policial branco a também pela crescente violência contra os negros no Brasil. 

” Como todos devem estar acompanhando, está rolando nos EUA protesto contra a violência policial. Depois do assassinato bárbaro do George Floyd. Campo Grande não vai ficar atrás. Todo mundo sabe que a cada 23 minutos um jovem negro morre no Brasil e a nossa polícia é a que mais mata. Por isso vamos fazer esse ato. Nós não vamos mais aceitar a violência policial, a morte de jovens negros e a necropolítica que quando não mata com bala, mata com falta de assistência a população negra ”, explica a página no Facebook. 

O ato está programado para começar às 13h30 com término às 16h30. Por conta da pandemia, os organizadores pedem que quem for participar use máscaras protetoras, que mantenham distanciamento de, pelo menos, três passos um do outro e que traga seu kit de álcool em gel. 

A reportagem do Jornal Midiamax tentou entrar em contato com a organização da mobilização, mas não obteve retorno até a publicação deste material.

Jornal Midiamax