Cotidiano

Tudo na mesma: ônibus lotados em época com aumento de mortes por coronavírus em Campo Grande

Os ônibus estão sempre lotados, principalmente nos horários de pico nesta época de pandemia do novo coronavírus. Leitora que prefere não se identificar, enviou foto do ponto de ônibus lotado na Avenida Afonso Pena entre às Ruas 14 de Julho e avenida Calógeras, por volta das 18 horas desta quinta-feira (05) em Campo Grande. “Saímos […]

Diego Alves Publicado em 06/08/2020, às 20h22

Ônibus lotado (Via WhatsApp)
Ônibus lotado (Via WhatsApp) - Ônibus lotado (Via WhatsApp)

Os ônibus estão sempre lotados, principalmente nos horários de pico nesta época de pandemia do novo coronavírus. Leitora que prefere não se identificar, enviou foto do ponto de ônibus lotado na Avenida Afonso Pena entre às Ruas 14 de Julho e avenida Calógeras, por volta das 18 horas desta quinta-feira (05) em Campo Grande.

“Saímos do serviço, viemos pegar o ônibus ele chega aqui já cheio, não dá nem para entrar. De que adianta prevenir dentro do ônibus e olha isso”, diz uma leitora que prefere não se identificar.

Em relação ao consórcio do transporte coletivo de Campo Grande, foi realizado uma audiência de mediação entre o SCTTU (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano) e o Consórcio Guaicurus nesta quinta.A categoria desistiu de assembleia que paralisaria o transporte público e deixaria moradores sem ônibus nesta sexta-feira (7). A assembleia discutiria a demissão em massa feita pela empresa, que alega ‘crise do coronavírus’.

Nesta quinta, Campo Grande registrou 16 novos casos de óbitos ocasionados pelo novo coronavírus. A Capital já tem 172 vítimas da covid-19 desde o início da pandemia.Nesta quarta-feira (05), o registro era de 156 óbitos. Só nestes primeiros seis dias de agosto, são 33 mortes.

Ao todo são 11.975 casos confirmados de pessoas infectadas na Capital. Destes, 1.384 estão em isolamento domiciliar e 308 internados. 174 pacientes estão em isolamento clínico e 134 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva). 10.111 pessoas já se recuperaram da doença.

Jornal Midiamax