Cotidiano

Trabalhadores não aderem à paralisação em fábrica de celulose, diz empresa

A fábrica de papel e celulose Suzano, em Três Lagoas, a 326 quilômetros de distância de Campo Grande, informou que as atividades seguem normalmente e os trabalhadores não aderiram à paralisação convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados, nesta terça-feira (15). Em nota, a empresa explicou que mesmo com a pandemia de Covid-19, o […]

Karina Campos Publicado em 15/09/2020, às 14h21 - Atualizado às 14h43

(Foto: Rádio Caçula)
(Foto: Rádio Caçula) - (Foto: Rádio Caçula)

A fábrica de papel e celulose Suzano, em Três Lagoas, a 326 quilômetros de distância de Campo Grande, informou que as atividades seguem normalmente e os trabalhadores não aderiram à paralisação convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados, nesta terça-feira (15).

Em nota, a empresa explicou que mesmo com a pandemia de Covid-19, o novo coronavírus, e a crise econômica, mantém as condições trabalhistas em dia com os colaboradores, além de estar aberta para diálogos e acordos.

“A Suzano informa que não houve adesão dos trabalhadores florestais da sua unidade Três Lagoas à paralisação decretada pelo sindicato da categoria e que suas operações no Mato Grosso do Sul seguem normalmente. Também esclarece que atua com total transparência junto aos seus colaboradores e mantém rigoroso cumprimento da Legislação Trabalhista e do Acordo Coletivo em vigência. ”

Segundo o sindicato, a entidade tenta negociações da AC (Acordo Coletivo de Trabalho) para aumento de salários e outros benefícios há cerca de 7 meses e não obteve pleiteio.

Jornal Midiamax