Cotidiano

Serralheria ‘campeã’ em reclamação tem portão derrubado e caso vai parar na delegacia

Cinco dias após receber clientes e dizer que se programaria para entregar encomendas ou devolver dinheiro dos moradores, a Serralheria Campo Grande, ‘campeã’ de reclamações na internet voltou a ser alvo dos clientes ‘lesados’ nesta segunda-feira (27). Alguns consumidores foram na empresa, derrubaram o portão, discutiram com funcionários e após agressão, a polícia foi chamada […]

Mariane Chianezi Publicado em 27/07/2020, às 16h17 - Atualizado em 28/07/2020, às 10h17

Foto: Leonardo de França, Midiamax
Foto: Leonardo de França, Midiamax - Foto: Leonardo de França, Midiamax

Cinco dias após receber clientes e dizer que se programaria para entregar encomendas ou devolver dinheiro dos moradores, a Serralheria Campo Grande, ‘campeã’ de reclamações na internet voltou a ser alvo dos clientes ‘lesados’ nesta segunda-feira (27). Alguns consumidores foram na empresa, derrubaram o portão, discutiram com funcionários e após agressão, a polícia foi chamada e caso foi parar na delegacia.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a Polícia Militar foi chamada após um funcionário da serralheria chegar para trabalhar e se deparar com o portão da empresa caído. Mais tarde, um grupo de clientes retornaram e pediam para falar com os responsáveis.

Segundo o funcionário relatou, o grupo de clientes teria invadido o local e quando avistaram duas atendentes, a briga se acalorou. Entre ofensas e xingamentos, as duas funcionárias teriam sido agredidas e uma teria chegado a ficar com a boca machucada.

Uma das clientes disse à polícia que encomendou um portão por R$ 1,3 mil e deu metade do valor, mas ainda não teria recebido a compra. O boletim de ocorrência foi registrado como lesão corporal por parte das funcionárias e estelionato por parte dos clientes.

O caso será apurado pela polícia.

‘Campeã’ de reclamações

Com atrasos em pedidos há mais de três meses, a Serralheria Campo Grande, localizada na Avenida Júlio de Castilho, prometeu entregar as encomendas dos clientes ou devolver o dinheiro dentro de 60 dias após pressão feita por quem ainda espera a entrega do produto.

A serralheria é ‘campeã’ de reclamações na internet e 11 clientes protestaram e cobraram as encomendas na última sexta-feira (24) em frente à empresa.

As reclamações da Serralheria Campo Grande começaram a aparecer em grupo no Facebook e, a partir do primeiro internauta que apontou omissão da empresa, muitos começaram a aparecer e relatar a mesma situação. Leitores do Jornal Midiamax que também passam pela situação denunciaram o caso à reportagem.

Jornal Midiamax