Cotidiano

Sem tempo para esperar cirurgia no SUS, jovem com tumor cria vaquinha na internet

Laiane da Silva, de 20 anos, viu sua vida virar de cabeça para baixo ao receber, em 5 de outubro, a notícia de que está com um tumor na mandíbula. Com uma cirurgia avaliada em torno de R$ 6,5 mil e sem tempo para esperar uma vaga no SUS, ela recorreu à solidariedade das pessoas […]

Gabriel Neves Publicado em 10/10/2020, às 14h51 - Atualizado às 15h02

Laiane da Silva, descobriu o tumor há cinco dias. (Foto: arquivo pessoal)
Laiane da Silva, descobriu o tumor há cinco dias. (Foto: arquivo pessoal) - Laiane da Silva, descobriu o tumor há cinco dias. (Foto: arquivo pessoal)

Laiane da Silva, de 20 anos, viu sua vida virar de cabeça para baixo ao receber, em 5 de outubro, a notícia de que está com um tumor na mandíbula. Com uma cirurgia avaliada em torno de R$ 6,5 mil e sem tempo para esperar uma vaga no SUS, ela recorreu à solidariedade das pessoas e criou uma vaquinha online para arrecadar o dinheiro.

A jovem conta que já sentia um incômodo na região, mas acreditava se tratar de cisto, possibilidade descartada após a realização de uma tomografia. Após os resultados a notícia que Laiane não esperava chegou.

“Fiquei muito mal, pensei que ia morrer, pois tumor não é brincadeira. Mas tenho o amor e apoio de amigos que me deram e me dão forças todos os dias”, contou Laiane ao relatar o choque sentido ao descobrir a doença.

Segundo Laiane, o tumor foi causado pelo siso – também conhecido como dente do juízo – e já causou mudanças na rotina e aparência da jovem moradora de Miranda, que está em Campo Grande nos últimos dias.

Sem tempo para esperar cirurgia no SUS, jovem com tumor cria vaquinha na internet
Tomografia que revelou o tumor na mandíbula da Laiane. (Foto: reprodução/arquivo pessoal)

“Já perdi três dentes e uma parte da mandíbula esquerda, isso gerou uma pequena deformidade em parte do meu rosto, além de ter ocasionado dificuldade na mastigação, não posso comer nada sólido, nem mesmo mastigar chiclete”, explicou.

Caso a cirurgia demore, o osso da mandíbula de Laiane poderá se romper, “nem eu sei dizer o que ocorrerá caso isso aconteça”. Por conta disso a jovem corre contra o tempo e não pode esperar uma vaga para que o procedimento cirúrgico ocorra pelo SUS.

Sobre a vaquinha, Laiane se sente confiante que irá arrecadar o valor necessário. “Creio que vou conseguir, porque eu acredito na solidariedade das pessoas e tenho muita fé”.

Para doar e ajudar Laiane, qualquer pessoa pode doar o valor desejado quantas vezes achar necessário. Basta clicar aqui, acessar o site e realizar a doação.

Jornal Midiamax