Cotidiano

Sem abastecimento nos fins de semana, moradores do interior precisam comprar galões de água

Moradores de bairros de Anastácio, a 140 quilômetros de distância de Campo Grande, reclamam da falta no abastecimento de água durante os fins de semana. Sem o recurso, precisam comprar galões de água mineral. Morando há 9 anos no bairro Novo Horizonte, Edicléa Nunes da Silva Lopes,38, conta que desde que se mudou sofre com […]

Karina Campos Publicado em 17/09/2020, às 15h00 - Atualizado às 16h54

(Foto: Leitor Midiamax)
(Foto: Leitor Midiamax) - (Foto: Leitor Midiamax)

Moradores de bairros de Anastácio, a 140 quilômetros de distância de Campo Grande, reclamam da falta no abastecimento de água durante os fins de semana. Sem o recurso, precisam comprar galões de água mineral.

Morando há 9 anos no bairro Novo Horizonte, Edicléa Nunes da Silva Lopes,38, conta que desde que se mudou sofre com a falha na rede de abastecimento, que também se amplia pelos bairros Cristo Rei, Bem-te-Vi, Arapongas e Jardim Campanário.

“Vizinhos mais antigos dizem que esse problema existe há mais de 30 anos. A Sanesul tem apenas um reservatório e a bomba, que fica na estação, faz a demanda para toda cidade. Porém, essa bomba é antiga e vive apresentando problemas. Com a grande demanda de consumo na parte baixa ela não tem força para subir para outros lugares”, disse.

Ainda de acordo com ela, na sua residência está instalada uma caixa d’água de mil litros, porém, não é suficiente e precisa comprar galões de água mineral, onde gasta em média R$ 36 por semana, sendo cerca de R$ 180 por mês. Além disso, ressalta que a conta não condiz com os gastos.

“Quando falta uso essa para cozinha, porque para tomar banho ou lavar roupas, vou para casa do meu pai, em Aquidauana. Gasto 3 galões de água por semana no valor de R$ 12. O relógio fica rodando forçando a água chegar, mas chega só ar. Um descanso total com nós consumidores”, reclama.

Em nota, a concessionária informou que os plantões estão funcionando normalmente todos os dias da semana e todas as ocorrências são atendidas pelos funcionários locais.

“Quando ocorrem problemas no sistema de abastecimento de água os funcionários são acionados de mediado, e vão até o local para resolver o problema demandado. A Sanesul mantém o canal de atendimento 24 horas, pelo 0800 067 6010, e mantém um plantão especial para avisos de falta de água, que são publicados no portal da Sanesul, enviados por e-mail para os canais de comunicação da cidade e publicados nas redes sociais da empresa. ”

Funcionários afirmam corte no plantão

O Sandagua (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e Serviços de Esgotos do Estado de Mato Grosso do Sul), recebeu um ofício da empresa, na segunda-feira (14), afirmando que as escalas das equipes de manutenção foram suspensas no fim de semana, por gerar pagamento de horas extras. Serviços seriam feitos apenas em casos de urgência.

*Material atualizado com acréscimo de informações às 16h54.

Jornal Midiamax