Cotidiano

Sesdes proíbe entrada do público e servidores com decote, short e chinelo

A Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) publicou uma resolução nesta sexta-feira (11) com normas sobre o vestuário para o público e servidores. O documento traz uma série de restrições com relação às roupas: decotes e chinelos estão proibidos na Secretaria. A resolução proíbe a entrada e a permanência do público externo às […]

Mylena Rocha Publicado em 11/09/2020, às 11h44 - Atualizado às 12h13

Sede da Sesdes em Campo Grande. (Foto: PMCG)
Sede da Sesdes em Campo Grande. (Foto: PMCG) - Sede da Sesdes em Campo Grande. (Foto: PMCG)

A Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) publicou uma resolução nesta sexta-feira (11) com normas sobre o vestuário para o público e servidores. O documento traz uma série de restrições com relação às roupas: decotes e chinelos estão proibidos na Secretaria.

A resolução proíbe a entrada e a permanência do público externo às dependências internas da Secretaria caso estejam usando trajes considerados inadequados. Além disso, também é proibida a entrada de servidores, prestadores de serviços e colaboradores nas dependências internas e locais de trabalho que estejam utilizando as roupas que, de acordo com o documento, são incompatíveis com a imagem da Secretaria.

De acordo com a resolução, os servidores e o público não podem usar roupas muito curtas ou com decote, roupas que mostrem a barriga, shorts e bermudas acima dos joelhos, regatas, roupas muito transparentes, vazadas ou desgastadas e chinelos de dedo ou pés descalços. O uso de máscaras é obrigatório.

Jornal Midiamax