Cotidiano

Saúde de MS será responsável por medicamentos para intubação de pacientes com coronavírus

Resolução também determina meios para compra do ‘kit intubação’; procedimento é usado em pacientes graves de coronavírus.

Humberto Marques Publicado em 13/07/2020, às 18h00

 (Foto Ilustrativa: Edemir Rodrigues/Subcom)
(Foto Ilustrativa: Edemir Rodrigues/Subcom) - (Foto Ilustrativa: Edemir Rodrigues/Subcom)

Uma reunião entre membros da comissão intergestores bipartite determinou que ficará sob responsabilidade da Secretaria de Estado de Saúde estimar o quantitativo de anestésicos e relaxantes musculares usados na intubação de pacientes com coronavírus (Covid-19). O tratamento é usado em pacientes graves, que dependem de respiradores para se recuperarem.

Detalhes sobre a distribuição do “kit intubação” consta em resolução divulgada nesta segunda-feira no Diário Oficial do Estado, que detalha como poderá ser feita a disponibilização dos medicamentos.

Os itens poderão ser adquiridos via requisição administrativa do Ministério da Saúde junto aos fabricantes e distribuidores de medicamentos, ministerial ou estadual via ata de registro de preço, via Opas (Organização Pan-Americana de Saúde) e outras estratégias que permitam regularizar os estoques.

Instituições hospitalares que integram o plano de contingência contra o coronavírus devem, semanalmente, encaminhar à Coordenadoria Estadual de Assistência Farmacêutica, no prazo previsto, o monitoramento de estoques e consumo, seguindo orientações semanais enviadas por e-mail.

Jornal Midiamax