Cotidiano

Quantos dias ficar isolado após testar positivo para coronavírus? Confira tira-dúvidas

O coronavírus tem avançado em Mato Grosso do Sul e já são mais de 13 mil pacientes com o vírus ativo nesta semana. Como a doença é recente e as informações mudam ao longo da pandemia, muitos pacientes ainda têm dúvida sobre quanto tempo permanecer em isolamento. É importante ouvir a recomendação dos profissionais de […]

Mylena Rocha Publicado em 11/12/2020, às 07h00 - Atualizado às 12h22

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax
Foto: Marcos Ermínio | Midiamax - Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

O coronavírus tem avançado em Mato Grosso do Sul e já são mais de 13 mil pacientes com o vírus ativo nesta semana. Como a doença é recente e as informações mudam ao longo da pandemia, muitos pacientes ainda têm dúvida sobre quanto tempo permanecer em isolamento. É importante ouvir a recomendação dos profissionais de saúde e a SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) orienta que pacientes com suspeita ou caso confirmado de coronavírus fiquem pelo menos 10 dias em isolamento. 

Para quem mora com outras pessoas e tem suspeita ou caso confirmado de Covid-19, é preciso ficar 10 dias em isolamento respiratório. Isso quer dizer que o paciente precisa ficar sozinho no quarto, afastado dos familiares e amigos. 

O tempo de isolamento é diferente caso o paciente tenha sido internado. Pacientes com Covid-19 grave ou crítica, que são os que internam no hospital e os imunodeprimidos, devem ficar 20 dias em isolamento respiratório. 

Mas, afinal, como saber se posso sair do isolamento? Segundo a Sociedade de Infectologia, não é preciso fazer nenhum exame para receber a alta do isolamento ou para retornar ao trabalho. Nem exame de PCR nasal e nem o exame de sangue deve ser realizado, o paciente que estiver livre de sintomas pode somente contar os 10 dias, no caso daqueles que ficaram em isolamento em casa, 20 dias nos que internam para receber alta do isolamento respiratório.

Reinfecção por coronavírus

A reinfecção por coronavírus ainda é muito rara, foram poucos casos registrados no mundo e o primeiro caso do Brasil foi registrado somente nesta quinta-feira (10). Estudos ainda são feitos sobre o assunto, especialistas ainda não sabem por quanto tempo os pacientes infectados ficam imunes à Covid-19. Em Mato Grosso do Sul, alguns casos foram investigados, mas nenhum foi confirmado por enquanto.

Jornal Midiamax