Cotidiano

Prevendo novos casos de coronavírus, cidade de MS prorroga lockdown por mais 4 dias

A Prefeitura de Guia Lopes da Laguna –a 233 km de Campo Grande– vai prorrogar por mais 4 dias o lockdown, adotado como forma de frear o avanço explosivo do novo coronavírus (Covid-19) entre a população. Depois de registrar seu primeiro caso na semana passada, o município de cerca de 10 mil habitantes fechou a […]

Humberto Marques Publicado em 14/05/2020, às 18h24 - Atualizado em 15/05/2020, às 15h34

Força-tarefa vai monitorar recolhimento da população em Guia Lopes e Jardim. (Foto: Divulgação)
Força-tarefa vai monitorar recolhimento da população em Guia Lopes e Jardim. (Foto: Divulgação) - Força-tarefa vai monitorar recolhimento da população em Guia Lopes e Jardim. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Guia Lopes da Laguna –a 233 km de Campo Grande– vai prorrogar por mais 4 dias o lockdown, adotado como forma de frear o avanço explosivo do novo coronavírus (Covid-19) entre a população. Depois de registrar seu primeiro caso na semana passada, o município de cerca de 10 mil habitantes fechou a manhã desta quinta-feira (14) com 52 casos confirmados, incidência de 525,5 por 100 mil moradores, uma das maiores do Brasil.

“Vamos prorrogar sem alterações porque o número de casos está aumentando muito”, confirmou ao Jornal Midiamax o prefeito Jair Scapini (PSDB). O decreto de fechamento total foi anunciado em 7 de maio e deixaria de vigorar nesta noite. Porém, continuará em vigor, pelo menos, até segunda-feira (18). Caso haja necessidade, o prefeito admite uma nova prorrogação.

Considerado controverso em uma cidade que, em paralelo ao coronavírus, também luta contra as fake news, o lockdown parece ter sido acatado pela grande maioria da população: na página do prefeito na rede social Facebook, postagem realizada na noite de quarta-feira (13) relatando a data final do fechamento reunia cerca de 170 comentários, a maioria deles de moradores pedindo a prorrogação da medida como forma de evitar o avanço.

“Ontem a cidade parou. Eu estava preocupado com o comércio, mas as pessoas estão pedindo para manter parado”, disse o prefeito.

Expectativa

Apesar do avanço rápido da Covid-19 em Guia Lopes –a doença teria se iniciado a partir de um caminhoneiro contaminado, que participou de roda de tereré em um frigórico , contagiando inicialmente 12 pessoas–, Scapini afirma que, após conversas com autoridades locais e estaduais de Saúde, a expectativa é de que o pico máximo de contágio ocorra nos próximos 3 ou 4 dias. Contudo, o efeito das visitas no Dia das Mães, no último fim de semana, também deve influenciar a contaminação local.

“Tivemos outros movimentos, como o Dia do Trabalhador e o Dia das Mães, que ajudou a espalhar o vírus. Acreditamos que o estouro deve ocorrer até amanhã”, disse. Já os efeitos do Dia das Mães devem ser sentidos em até 3 semanas, conforme autoridades de Saúde.

Na noite de quarta-feira, as administrações de Guia Lopes e da vizinha, Jardim, iniciaram uma ronda noturna para confirmar se moradores obedecem ao lockdown na primeira e o toque de recolher na segunda –Jardim tem 14 casos confirmados e incidência de 53,6 pacientes por 100 mil pessoas. O trabalho deve se repetir nesta noite.

Jornal Midiamax