Cotidiano

Prefeitura fará ‘piscinão’ como alternativa para alagamento em região de casa cercada por cratera em MS

A Defesa Civil fará uma visita ainda na manhã desta terça-feira (8), na Rua Espirito Santo, em Nova Andradina, para verificar a erosão gigantesca que ameaça ‘engolir’ uma residência e um piscinão será construído na região. Segundo prefeito da cidade, José Gilberto Garcia, as obras do ‘piscinão’ iniciaram há cerca de 60 dias e tem […]

Gabriel Neves Publicado em 08/12/2020, às 09h17 - Atualizado às 16h34

Moradores relatam que a cratera é antiga e problema é ‘tragédia anunciada’. (Foto: Reprodução/Jornal da Nova)
Moradores relatam que a cratera é antiga e problema é ‘tragédia anunciada’. (Foto: Reprodução/Jornal da Nova) - Moradores relatam que a cratera é antiga e problema é ‘tragédia anunciada’. (Foto: Reprodução/Jornal da Nova)

A Defesa Civil fará uma visita ainda na manhã desta terça-feira (8), na Rua Espirito Santo, em Nova Andradina, para verificar a erosão gigantesca que ameaça ‘engolir’ uma residência e um piscinão será construído na região.

Segundo prefeito da cidade, José Gilberto Garcia, as obras do ‘piscinão’ iniciaram há cerca de 60 dias e tem como objetivo “desviar a água da rua e diminuir o impacto da chuva no local”.

Garcia também afirmou que a Defesa Civil irá visitar a cratera para elaborar um plano para solucionar o problema, questionado, o prefeito respondeu que não existe uma previsão para que obras na erosão sejam concluídas.

“Nós já começamos uma obra, mas tudo que fizemos a água levou, agora vamos esperar a Defesa Civil”, explicou o prefeito, ao dizer que visita deverá ocorrer ainda nesta manhã.

Moradores da região relataram ao Midiamax que a situação é uma ‘tragédia anunciada’.

Prefeitura fará ‘piscinão’ como alternativa para alagamento em região de casa cercada por cratera em MS
Imagem área mostra o antes e depois da cratera denunciada. (Foto: Reprodução/Jornal da Nova)

“Há anos nós estamos indo na prefeitura, conversando com as autoridades da cidade, e nos falaram que iam nos ajudar para que a erosão não chegasse até a nossa casa, que não era para nos preocupar. Mas não fizeram nada e aconteceu isso, minha casa está caindo”, disse uma moradora.

Questionado sobre as supostas reclamações e avisos da população, o prefeito da cidade não afirmou se elas ocorreram ou não, mas disse que o ‘piscinão’ foi a solução encontrada para resolver ou diminuir o problema.

Jornal Midiamax