Cotidiano

Prefeitura de Campo Grande reduz expediente dos servidores municipais

A Prefeitura de Campo Grande informou no início da noite desta terça-feira (17), a redução no expediente dos mais de 25 mil servidores municipais. Segundo a administração, o objetivo de diminuir a aglomeração de pessoas em órgãos públicos municipais devido ao novo coronavírus. Segundo o Procurador Municipal, Alexandre Ávalo, a diminuição de pessoas deve ser […]

Diego Alves Publicado em 17/03/2020, às 21h48 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h27

Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo)
Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo) - Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande informou no início da noite desta terça-feira (17), a redução no expediente dos mais de 25 mil servidores municipais. Segundo a administração, o objetivo de diminuir a aglomeração de pessoas em órgãos públicos municipais devido ao novo coronavírus.

Segundo o Procurador Municipal, Alexandre Ávalo, a diminuição de pessoas deve ser tanto interna, quanto externa. “Nós vamos diminuir o número de atendimentos à população, priorizando somente o que é de extrema necessidade, reduzindo o número de pessoas em locais públicos. Além disso, os servidores passarão a trabalhar em horários alternados, complementados por serviço home Office para que tenha menor aglomeração também interna e com isso a gente possa tomar medidas preventivas de contenção a esse problema”, explicou.

A Prefeitura estabelece canais opcionais de comunicação para os seguintes setores:

Ouvidoria: atendimento opcional pelo e-mail [email protected] ms.gov.br e pelo telefone 3314-4411;

Gerência de Atendimentos aos Aposentados e Pensionistas: atendimento opcional pelo e-mail [email protected] e pelo telefone 3314-4419. Art. 3º. Ficam suspensos, pelo prazo de 20 (vinte) dias corridos, os atendimentos na Perícia Médica Previdenciária, exceto para os casos de perícias admissionais e da comissão de saúde mental, nos termos do caput, do art. 3º, do Decreto nº 14.189, de 15 de março de 2020.

Em caso de dúvidas, o servidor municipal deverá entrar em contato com a unidade de recursos humanos do seu órgão de lotação ou com a Gerência Administrativa da Perícia Previdenciária através do telefone 3314-4437.

Também estão restritos, pelo prazo de 20 dias corridos, os atendimentos no Centro Médico-Odontológico nas seguintes áreas/especialidades:

Odontologia: serão mantidos apenas os atendimentos de urgência e emergência;

Medicina: serão mantidos apenas os atendimentos em clínica geral e pediatria;

Fisioterapia e Acupuntura: ficam mantidos os procedimentos já autorizados e agendados.

As medidas vão ao encontro dos termos declarados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e as recomendações expedidas pelo Ministério da Saúde; bem como do disposto no Decreto nº 14.189, de 15 de março de 2020.

Jornal Midiamax