Cotidiano

Polícia ambiental autua homem em R$ 184 mil por supressão vegetal feita em 2017

Homem, de 54 anos foi autuado em R$ 184 mil na segunda-feira (20), pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por desmatar 36,85 hectares de vegetação nativa protegidas pela lei em uma área rural no município de São Gabriel do Oeste, distante a 146 quilômetros de Campo Grande. O desmatamento aconteceu no ano de 2017 e a […]

Vinícius Costa Publicado em 21/01/2020, às 13h32

Área desmatada já estava sendo utilizada para pastagem e criação de gado. (Foto: Divulgação, PMA)
Área desmatada já estava sendo utilizada para pastagem e criação de gado. (Foto: Divulgação, PMA) - Área desmatada já estava sendo utilizada para pastagem e criação de gado. (Foto: Divulgação, PMA)

Homem, de 54 anos foi autuado em R$ 184 mil na segunda-feira (20), pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por desmatar 36,85 hectares de vegetação nativa protegidas pela lei em uma área rural no município de São Gabriel do Oeste, distante a 146 quilômetros de Campo Grande.

O desmatamento aconteceu no ano de 2017 e a descoberta aconteceu por meio de imagens de satélite, onde foi possível identificar também, o plantio de pastagem e a criação de gado bovino. Já a madeira não se encontrava mais no local

O infrator é natural de São Gabriel do Oeste e foi autuado por supressão de reserva legal e logo, multado pelo ato. Além da multa, ele também vai responder por crime ambiental com pena prevista de um a três anos de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar um PRADA (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada) junto ao órgão ambiental estadual.

Jornal Midiamax