Cotidiano

PMA autua morador de Iguatemi em R$ 5 mil por degradação em área de nascente

Nesta quinta-feira (10), a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mundo Novo autuou um homem em R$ 5.000,00, por degradação em área de nascente. A fiscalização aconteceu no município de Iguatemi, em uma chácara localizada a 20 km do perímetro urbano. Com uso de uma máquina pá carregadeira, que estava realizando a obra no local no […]

Ranziel Oliveira Publicado em 11/12/2020, às 17h44 - Atualizado às 17h46

(Foto: Divulgação / PMA)
(Foto: Divulgação / PMA) - (Foto: Divulgação / PMA)

Nesta quinta-feira (10), a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mundo Novo autuou um homem em R$ 5.000,00, por degradação em área de nascente. A fiscalização aconteceu no município de Iguatemi, em uma chácara localizada a 20 km do perímetro urbano.

Com uso de uma máquina pá carregadeira, que estava realizando a obra no local no momento da chegada dos Policiais, o chacareiro de 56 anos, morador de Iguatemi, construiu um tanque de piscicultura dentro da área protegida, sem a autorização ambiental. As atividades foram interditadas e a máquina foi apreendida.

Ao todo, foram destruídos 2.000 metros quadrados em áreas de nascentes e matas ciliares de um córrego que corta a propriedade, que compõe uma APP (Área de Preservação Permanente), protegida por lei.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção e ainda foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um Prada (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada).

Jornal Midiamax